Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Presidente da Funac defende contratação de goleiro Bruno: como vai provar que mudou?

Da Redação - José Lucas Salvani

18 Jan 2020 - 14:08

Foto: TJMG

Presidente da Funac defende contratação de goleiro Bruno: como vai provar que mudou?
A presidente da Fundação Nova Chance (Funac), Dinalva Oriedi da Silva Souza, defende a contratação do goleiro Bruno Fernandes no Operário de Várzea Grande e acredita que a sociedade ainda quer puni-lo. O goleiro já foi condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio, em 2010.

Leia mais:
Justiça de MG autoriza goleiro Bruno a cumprir pena em Várzea Grande

Conselho da Mulher repudia possível contratação do goleiro Bruno no Operário de VG
“A sociedade quer puni-lo novamente. Eu acho que tem que ter essa oportunidade. Se a sociedade fecha as portas para ele, como vai provar que realmente mudou e que hoje é uma nova pessoa?”, questiona a presidente da Fundação Nova Chance.

Dinalva acredita que a repercussão midiática do caso contribuiu para que a rejeição que o goleiro sofra seja mais agravante que outros casos. Ela explica que há muitos ex-reeducandos com crimes similares que trabalham dia a dia ao lado de outras pessoas e a sociedade sequer tem consciência disso ou então aceita a oportunidade dada.

“Eu acredito que isso está acontecendo mais porque veio a mídia. Foi um caso que criou-se uma repercussão muito grande no país. Tem pessoas que cometeram crimes iguais e estão trabalhando do nosso lado e a sociedade aceita. (...) Ele tem que mostrar para nós que mudou, e como ele vai mostrar isso? Trabalhando. Para ele também não é fácil ter que provar a todo momento que mudou”.

Presidente da Funac.

A presidente da Funac pontua que em geral a rejeição da sociedade é voltada a pessoas que cometeram crimes hediondos, atentados contra a vida. Essa rejeição dificulta o processo de ressocialização e se intensifica onde a pessoa reside. “A sociedade tem essa rejeição até por medo”, conta.

A confirmação das negociações com o goleiro foi feita pelo supervisor de futebol André Xela ao Olhar Direto. "Ele já está no semiaberto, precisa de um emprego. A gente acabou fazendo a proposta para ele, estamos só esperando a Justiça de Minas Gerais fazer a liberação, para podermos assinar o contrato", afirmou. 

Bruno Fernandes ficou nove anos preso pela morte de Eliza Samudio e deixou a prisão em julho de 2019, após conseguir na Justiça a progressão de regime para o semiaberto. Em agosto de 2019 ele assinou contrato com o Poços de Caldas F.C., porém deixou o clube dois meses depois.

Em nota, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) repudiou a possibilidade de contratação. A entidade espera que a agremiação repense a decisão de integrá-lo ao elenco em respeito às mulheres. “Trata-se de alguém que demonstrou profundo ódio e total desrespeito às mulheres ao tratar dessa forma cruel e bárbara aquela que seria a mãe do seu filho”, afirma o conselho.

A entidade pondera que o futebol cria ídolos entre crianças e jovens, em processo de formação, e entende que tratar alguém capaz de cometer um crime tão bárbaro é um fato bastante preocupante. “Mesmo tendo cumprido parte da pena pela morte de Eliza Samudio, e tendo obtido na Justiça a progressão de regime para o semiaberto, a gravidade dos crimes cometidos por Bruno Fernandes impõe que ele seja tratado com mais rigor e não como se fosse um ‘ídolo’ que merece ser disputado por clubes de futebol”.

O Conselho lembrou ainda que no mês passado Cuiabá foi uma das cidades a receber a Campanha do Laço Branco, formada por homens que lutam pelo fim da violência contra a mulher. Conforme posicionamento, em menos de 30 dias após o lançamento da ação, o Operário vai na contramão da campanha, tentando a contratação de alguém condenado pela Justiça por ter matado uma mulher.

Autorização da Justiça

Na última sexta-feira (17), o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) que o goleiro Bruno cumpra pena em Várzea Grande, Mato Grosso. ​Com a autorização, assinada pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha, Bruno deve ser anunciado como jogador do Operário.

23 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Regina
    19 Jan 2020 às 21:14

    Um inferno está cheio de gente boazinha, é um criminoso e ponto final. Quem pensa o contrário que o leve pra dentro de casa conviver com suas filhas esposas e netas. Ou consigo mesmo.

  • Marlene
    19 Jan 2020 às 17:46

    Só vou responder a pergunta . Como ele vai provar q mudou? Meu deus,tão simples essa resposta, Entregue o corpo da elisa samudio para a família dela ,será que é pedir demais! Só assim vc vai provar que esta (mudando) Fora disso, Vc dentro da cadeia Ou fora ,não tem valor nenhum Como ser humano....

  • Gumercindo do Dom Aquino
    19 Jan 2020 às 13:37

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • JUNIOR
    19 Jan 2020 às 09:31

    TA , ELE MATOU UMA PESSOA NAO CUMPRIU NEM 10 ANOS DE CADEIA, E CADE O CORPO DA MOÇA, SE ELE QUER SE REGENERAR TEM Q CONTAR A VERDADE, ATE AGORA ELE NÃO CUMPRIU E AI?

  • ERLIRIA OLIVIA BOMM
    19 Jan 2020 às 08:49

    Ele vai provar que mudou mesmo quando mostrar o corpo da eliza

  • DELCIO JANKE
    19 Jan 2020 às 01:17

    Lugar de assassino e na cadeia

  • Resposta ao Albino
    18 Jan 2020 às 23:02

    Por acaso o Victor matou alguém? Bruno vai provar que mudou muito sim, quem sabe quando ele confessar que matou a Elisa e onde está o corpo dela!

  • jair oliveira
    18 Jan 2020 às 22:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • paula
    18 Jan 2020 às 21:27

    Quem nunca errou que atire a primeira pedra! não estou defendendo, mas todo erro merece uma segunda chance, infelizmente foi um crime brutal e não tem como voltar mais atrás, só saberemos se realmente ele mudou, oferecendo uma oportunidade a ele, perdoar só Deus! não nos cabe julgar, erros todos cometem ao longo da vida, cedo ou tarde, se ele souber aproveitar essa oportunidade isso caberá a ele!

  • Mulher ma
    18 Jan 2020 às 20:52

    Se esse cara voltar aos gramados. Podem jogar essa maldita lei da maria da penha no lixo. Nao serve pra nada. Morre mais mulheres do mesmo modo Nao tem punicao que preste. Como mulher nao me sinto protegida e nem respeitada neste pais Onde quem comete o crime e mais respeitado do que uma mulher morta. Esse clube do operario nao merece ter mulheres na sua torcida. Esse cara nao era pra estar livre E pra estar preso pro resto da vida. Mas infelizmente nao temos a bendita prisao perpetua neste pais. Tenho vergonha de ser mulher neste pais.

Sitevip Internet