Olhar Direto

Notícias / Cidades

Homem é preso após matar a própria mãe que se negou a dar dinheiro para drogas

Da Redação - Vinicius Mendes

14 Jan 2020 - 07:44

Foto: Cáceres Notícias

Homem é preso após matar a própria mãe que se negou a dar dinheiro para drogas
Um homem de 28 anos, identificado como Jomarlei Garcia da Silva, foi preso na noite desta segunda-feira (13) acusado de matar a facadas a própria mãe, identificada como Marina Garcia Oliveira, de 66 anos, no município de Cáceres (a 219 km de Cuiabá). O suspeito teria dito à polícia que teve um surto. Foi apurado que ele pegou o cartão da mãe para comprar cocaína.
 
Leia mais:
Homem indicado como líder do Comando Vermelho é morto a facadas
 
A Polícia Militar foi acionada na noite de segunda-feira (13) para atender uma ocorrência de latrocínio no Bairro Jardim Guanabara, em Cáceres. A vítima foi encontrada caída no corredor que dá acesso à cozinha da casa.
 
Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada para socorrer a vítima, mas já a encontrou sem vida. Vizinhos relataram aos policiais que o suspeito é usuário de drogas e teria problemas psicológicos. A hipótese é que o homem teria matado a mãe após ela se recusar a dar a ele seu cartão, para que comprasse drogas.
 
Jomarlei teria deixado a residência e seguido em direção à Avenida dos Estados. Ele foi preso a poucas quadras da casa da mãe e teria confessado à polícia que matou Marina. A vítima foi morta com pelo menos cinco golpes de faca.
 
A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Civil foram acionadas para fazer as apurações. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML).

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gladston
    15 Jan 2020 às 16:50

    E o estado vai usar o meu imposto pra encher a barriga dele, dar-lhe um teto, atendimento médico... Isso é que é fazer justiça no Brasil!!

  • Zeca
    14 Jan 2020 às 10:56

    Alemão do CPA, há muitas pessoas que vivem em casas humildes e não são drogadas. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Quanto aos privilégios do judiciário, é por que os deputados e senadores que você e eu votamos, aprovam as leis.

  • Chico Bento
    14 Jan 2020 às 10:54

    Com a palavra os bacanas que lutam pela liberação das drogas!

  • Alemão do CPA
    14 Jan 2020 às 10:13

    Vejam a humildade da casa. Pobreza, e por outro lado, juízes, promotores e desembargadores tem auxílio moradia e outros privilégios.

  • Genilson
    14 Jan 2020 às 08:24

    É o fim da linha mesmo, o pior é que a lei permite divulgar nome e imagem desta triste história, mas a mesma lei oculta o nome de "mulas" e traficantes quando presos.

Sitevip Internet