Olhar Direto

Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Notícias / Política MT

Secretário descarta uso de armas para 'amarelinhos' e defende preparo de agentes de fiscalização

Da Redação - Fabiana Mendes

19 Jan 2020 - 15:23

Foto: Michel Alvim

Secretário descarta uso de armas para 'amarelinhos' e defende preparo de agentes de fiscalização
O secretário da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, se manifestou mediante situações de desrespeito e agressão contra agentes de trânsito,  os  'amarelinhos'. Na terça-feira (14), dois funcionários de uma empresa de guincho, que faziam remoção de uma motocicleta apreendida, foram agredidos, na avenida 13 de Junho, região central de Cuiabá.  As cenas foram amplamente divulgadas por meio de aplicativos celulares.

O dono da moto em questão não tinha Carteira de Habilitação e estava com o licenciamento da moto vencido. Um dia após o episódio de violência, o rapaz foi ouvido pela Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran) e deve responder por crime de lesão corporal e resistência qualificada.

Leia mais:
Suspeito de incitar agressão a funcionários de guincho é identificado pela PM e levado para Delegacia

“Felizmente, temos poucos casos de violência registrados. Por isso consideramos desnecessárias medidas como o armamento dos profissionais, seja ele letal ou não letal. Os agentes estão preparados para resolver a situação com a lei, com a conversa. São fiscalizadores e não policiais", afirmou Antenor.

O secretário lembra que os casos foram reduzidos na última gestão e que apenas duas situações mais graves, como esta, foram registradas de 2018 até agora. Em uma delas, o motorista chegou a retirar o veículo do guincho e saiu em alta velocidade.

Neste contexto, Figueiredo destaca a parceria com a Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil . “As instituições estão sempre prontas a nos dar o apoio necessário, como neste caso de ontem, quando o rapaz foi rapidamente identificado. Ou seja, além das multas aplicadas ele agora responderá por estes crimes.”

Antenor reforça que, no caso, os agentes agiram corretamente, uma vez que não possuem atribuição legal para utilizar de força física. “Isso não significa, contudo, que eles não tenham autoridade para autuar os motoristas e motociclistas infratores. Os agentes estão prestando serviço à comunidade e devem ser respeitados. Não se pode, em hipótese alguma, incentivar a rebeldia contra eles ou qualquer outro servidor público.”
 
A confusão

Um motociclista subiu no guincho e removeu à força sua motocicleta apreendida pela Semob, na avenida 13 de Junho, região central de Cuiabá, na tarde da última terça-feira (14).

Suspeito de incitar agressão a funcionários de guincho é identificado pela PM e levado para Delegacia
 
Os agentes de trânsito teriam apreendido a motocicleta de um homem. Inconformado, ele subiu no guincho e com ajuda de outras pessoas, removeu sua motocicleta. A ação foi acompanhada por diversas pessoas que estavam no local. 
 
Conforme posicionamento emitido por meio de nota, as motocicletas removidas estavam estacionadas sobre a calçada, infração considerada grave. A irregularidade estaria impedindo o fluxo de pedestres pelas calçadas. As imagens feitas por testemunhas  serão repassadas às autoridades e o crime será investigado pela Polícia Civil.

Um rapaz identificado como A. L. A. M., suspeito incitar a agressão aos funcionários foi localizado pela Polícia Militar e levado para prestar esclarecimentos na Delegacia de Polícia, algumas horas depois da confusão.
 

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • samoel
    20 Jan 2020 às 08:52

    O problema que os amarelinhos não tem conversa com eles, vai fala eles já sai com arrogância e ignorância, tenho certeza se eles fosse preparado não tinha acontecido o que aconteceu.

  • Toninho do Cabral
    20 Jan 2020 às 00:33

    Eu não gosto desses tal amarelinho. Pronto falei?

  • Márcio
    19 Jan 2020 às 22:25

    É fácil povo Cuiabano vamos dar o recado nas urnas vi-o prefeito

  • Juliano flores
    19 Jan 2020 às 22:18

    São duas situações para o Marcelinho se armar , uma é liberar QQ pessoa independente de seu perfil psicologico portar uma arma e a segunda se instaurar uma guerra civil no país.Fora isso é simplesmente apertar um gatilho na cabeça da população já oprimida.

  • TRICOLOR
    19 Jan 2020 às 21:52

    seguinte: não é regra geral, mas a maioria dos amarelinhos se acha acima do bem e do mal, eles pensam que são donos das ruas da cidade . . . tem que ser mais preparados, no mínimo ter bom senso e educados . . . .

  • Elias
    19 Jan 2020 às 19:05

    Sr. Secretario pra ser sincero, não sou contra o agente estar armado, todavia atitude nobre de que o agente não use, no geral os condutores são pessoas cumuns ,vidas comuns, não saem cedo para roubar, fazer mal, em fim uma boa abordagem de agente preparado, geral efeitos positivos.

  • Tio Bento
    19 Jan 2020 às 16:08

    Imagina um um condutor descontrolado levando um tiro de um amarelinho. Até doce para a oposição... Daí Abílio vira prefeito...

Sitevip Internet