Olhar Direto

Segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Notícias / Educação

De 65 mil candidatos, nenhum atinge nota máxima na redação do Enem em MT

Da Redação - Fabiana Mendes

17 Jan 2020 - 14:26

Foto: Ilustração

De 65 mil candidatos, nenhum atinge nota máxima na redação do Enem em MT
Nenhum candidato do Estado de Mato Grosso conseguiu atingir nota máxima da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.  O tema desta edição foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. O texto deveria ser do tipo dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, desenvolvido a partir da situação-problema proposta e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores.
 
Leia mais:
Escola Chave do Saber oferece ensino semi-integral com aulas de inglês a partir deste ano

Ao todo, 88.122 candidatos de Mato Grosso se inscreveram para o Enem 2019. Entretanto, 65.308 fizeram a prova, o que representa 74,1% de candidatos. Segundo dados do Inep, as mulheres escreveram 32 das 53 redações nota 1.000. A mais de meia centena de autores dos textos com avaliação máxima tem idades que variam de 16 a 28 anos. São de três regiões do país, espalhados por 15 estados e o Distrito Federal.
 
As redações com nota máxima são de estados do Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste: Alagoas (2); Bahia (1); Ceará (6); Distrito Federal (2); Espírito Santo (1); Goiás (4); Maranhão (1); Mato Grosso do Sul (1); Minas Gerais (13); Paraíba (1); Pará (2); Pernambuco (1); Piauí (2); Rio Grande do Norte (6); Rio de Janeiro (6); São Paulo (4).
 
Redações com menos de sete linhas recebem nota zero, assim como as que reproduzem integralmente trechos dos textos motivadores e de itens do Caderno de Questões.
 
Enem
 
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. Vinculado ao Ministério da Educação (MEC), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplica as provas desde 1998. Hoje, o Enem é o segundo maior exame do mundo de acesso à educação superior. Os resultados permitem, ainda, o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

Exame de 2018
 
A jovem Gabriela Arenhart, de 21 anos, moradora de Tangará da Serra (244 quilômetros de Cuiabá), foi uma das 55 pessoas em todo país que conseguiu a nota mil na redação realizado em 2018. Ela disse que o tema "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet" lhe deixou bastante nervosa, entretanto, ela conseguiu se acalmar e desenvolver suas ideias.

A rotina de estudos da jovem foi contada pelo Olhar Direto. Acesse AQUI

 

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Leonardo
    18 Jan 2020 às 09:39

    Salvo raríssimas exceções (educação clássica), o Enem é o retrato fiel da educação subdesenvolvida no Brasil nos últimos 20 anos, formando um exército de jovens analfabetos funcionais! Uma pena

  • Lindoval do Canjica
    18 Jan 2020 às 09:16

    O Instagram é o grande vilão...

  • Carlos
    18 Jan 2020 às 09:13

    Vai demorar séculos para conseguir tirar da cabeça dos jovens a alienação que o PT colocou nas idéias deles.

  • Isaias Ramos
    18 Jan 2020 às 08:36

    Evidente que o desempenho na redação depende do aluno. Porém, a estrutura escolar, é responsável pela preparação. Em Mato Grosso, os responsáveis pela formação dos alunos, entendem mesmo é de GREVE.

  • Kleber Venâncio
    18 Jan 2020 às 06:04

    Se Brasil é atrasado, imagina este estado do MT, recordista de feminicidio. Educação zero.

  • Lucas
    17 Jan 2020 às 23:34

    Fiquei sabendo que uma aluna do Colégio Master tirou 1000 na redação no Enem 2019

  • Olhar correto
    17 Jan 2020 às 22:43

    Olá 960, 980 são grandes notas para a prova de redação. Mas queria informar ao site que sim, uma aluna que estudava aqui em Cuiabá, porém, com a família do Pará, tirou 1000.

  • Carlos
    17 Jan 2020 às 20:31

    Uma aluna do Colégio Master tirou 1000

  • Antônio João
    17 Jan 2020 às 18:55

    Parabéns aos professores de MT tem o melhor salário e o pior desempenho, só pensam em fazer greve.

  • Alemão do CPA
    17 Jan 2020 às 16:35

    MT só sabe criar boi. Cultura zero.

Sitevip Internet