Olhar Direto

Quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Vídeo desmente versão e mostra policial atirando no rosto de mulher na rua; veja

Da Redação - Vinicius Mendes

20 Jan 2020 - 16:08

Foto: Rogério Florentino / OD / Reprodução

Vídeo desmente versão e mostra policial atirando no rosto de mulher na rua; veja
Um vídeo que circula na internet, capturado por uma câmera de segurança, registrou o momento em que dois policiais militares de Sorriso (a 398 km de Cuiabá) atiram em uma mulher na rua. A versão divulgada pela PM era de que o tiro tinha sido acidental, porém, pelas imagens é possível ver que a mulher foi alvejada à queima roupa.
 
Leia mais:
Mulher baleada no rosto e pescoço por policiais em bar passará por cirurgia

Nas imagens é possível ver que a mulher estava sentada em um banco com um homem e momentos depois os suspeitos se aproximam. Um dos suspeitos então aponta uma arma para a vítima e atira. O outro suspeito bate na cabeça do homem que acompanhava a mulher.
 
A mulher então se levanta e o segundo suspeito começa a agredi-la. O homem armado então retorna e dispara contra ela, que cai ao chão. Os dois suspeitos então saem andando. Momentos depois várias pessoas se aproximam.


 
Segundo o comando da Polícia Militar, os dois foram autuados em flagrante pela Polícia Judiciária Civil (PJC) e estão presos em uma unidade militar local. De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) a audiência de custódia dos policiais militares identificados como Ezio Souza Dias e Weberth Batista Ribeiro acontece na tarde desta segunda-feira (20), na 1ª Vara Criminal de Sorriso.
 
Veja a nota da PM na íntegra:
 
O comando da Polícia Militar em Sorriso informa que os dois policiais, ambos soldados, apontados como autores de agressões e de disparos de arma de fogo em um bar da cidade, ferindo uma pessoa com projétil de arma de fogo, uma mulher de 44 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Militar e autuados em flagrante pela Polícia Civil. Os dois estão presos na unidade militar local. A Corregedoria da PM foi informada do ocorrido. Além de responder na justiça comum, os dois policiais irão responder processo administrativo no âmbito da Polícia Militar. A vítima passou por cirurgia e está internada, o quadro dela é estável.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet