Olhar Direto

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

Notícias / Política MT

Senador agenda reunião com Governo Federal e pede união de Mauro e Emanuel por VLT

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

22 Jan 2020 - 17:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Senador agenda reunião com Governo Federal e pede união de Mauro e Emanuel por VLT
Em reunião com a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, órgão do Ministério do Desenvolvimento Regional, nesta quarta-feira (22), o senador Wellington Fagundes (PL) discutiu a retomada da obra do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e em Várzea Grande, e agendou para o dia 10 de fevereiro um encontro do secretário José Carlos Medaglia, com representantes do Governo do Estado.

Leia também
Para evitar fechamento, Emanuel pede que Estado ceda escola Nilo Póvoas à Prefeitura de Cuiabá


O encontro agendado, segundo Fagundes, servirá para que Governo Federal, prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, além do Governo do Estado discutam soluções para a conclusão da obra, que deveria ter sido entregue nos eventos da Copa do Mundo em 2014 e que traz até hoje grandes transtornos aos moradores da região metropolitana de Cuiabá.

A reunião agendada para o próximo dia 10 também servirá para o Governo Federal apresentar detalhes dos estudos técnicos sobre a viabilidade do VLT que estão sendo feitos por um Grupo de Trabalho criado pela secretaria governamental. O grupo estuda e analisa alternativas de solução à reestruturação do modal. O governador Mauro Mendes (DEM) chegou a participar da conversa do senador com o secretário por videoconferência.

“Temos esta ferida exposta que precisa ser fechada”, disse e senador reafirmando a importância da convergência de esforços e quer a participação efetiva dos prefeitos das duas cidades, Emanuel Pinheiro (MDB), de Cuiabá, e Lucimar Campos (DEM), de Várzea Grande. “Temos que partir para objetivos práticos, de interesse da população das duas cidades”, afirmou.

Ex-diretor da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), o atual secretário de Mobilidade Urbana do Ministério do Desenvolvimento Regional afirmou que o Governo tem total interesse em criar uma equação que favoreça a conclusão do empreendimento. Para ele, o VLT concluído representa um ‘salto de qualidade’ para Cuiabá e Várzea Grande, tanto no tocante à mobilidade quanto na valorização das duas cidades.

Um dos aspectos que mais preocupa quanto ao VLT é a equalização de recursos necessários para conclusão da obra. A pauta de discussão envolve ainda, segundo o secretário José Carlos Medaglia, aspectos relacionados a modelagem de operação e custos tarifários.

O VLT foi projetado pelo Governo para ser entregue em 2014, dentro do pacote de obras para a Copa do Mundo, realizada naquele ano no Brasil, em que Cuiabá foi uma das subsedes. As obras começaram em 2012. O empreendimento tem contrato de financiamento no Programa Pró-Transporte, com recursos da Caixa Econômica Federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O modal de mobilidade urbana está projetado para ter uma extensão de 22 quilômetros, com dois itinerários. O primeiro trecho ligando o Aeroporto Marechal Rondon até a Avenida Rubens de Mendonça. O segundo sairia da Avenida Tenente Coronel Duarte até a região do Coxipó.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ragnar
    23 Jan 2020 às 09:47

    Tem que convecer o Governador. Apesar de Engenheiro Eletricista ele esta mais voltado para ônibus que queima combustível fóssil e que a cada perde usuários devido a má qualidade dos serviços.

  • wales
    23 Jan 2020 às 08:50

    parabens senador, ninguém em sua sensatez não enxerga que a solução para o transporte publico em Cuiabá seja o VLT tendo em vista que a cidade cresceu de um tanto que dentre 5 anos ninguém conseguirá transitar nela.

  • Valdemir dos Santos Filho
    23 Jan 2020 às 06:50

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Monteiro
    22 Jan 2020 às 17:18

    Parabéns pela iniciativa Senador Wellington!Com esforços de todos os governos essa obra pode ser concluída para melhorar à vida de quem depende do transporte coletivo público!

  • Nonato
    22 Jan 2020 às 17:14

    Senador faça algo construtivo pro nosso estado..vlt n tem como dar certo

Sitevip Internet