Olhar Direto

Quinta-feira, 09 de abril de 2020

Notícias / Política MT

Ex-PDT, Julier descarta qualquer chance de apoio a candidatura de Pivetta ao Senado

Da Redação - Érika Oliveira

26 Jan 2020 - 10:20

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Ex-PDT, Julier descarta qualquer chance de apoio a candidatura de Pivetta ao Senado
Firmada a data da eleição suplementar que irá eleger o novo senador de Mato Grosso, na vaga da senadora cassada Selma Arruda (Pode), os partidos que desejam lançar candidatos começam a se articular oficialmente e eventuais alianças devem ser firmadas até o próximo mês, quando será aberto o calendário para registro das candidaturas. Em meio às oposições óbvias, dois partidos que compartilham suas ideologias e comumente estão juntos, PT e PDT devem se enfrentar nas urnas. A afirmação é do recém-filiado ao PT e ex-PDT Julier Sebastião.

Leia mais:
Pivetta diz que não fará pressão por apoio, mas crê em mudança de opinião de Mauro Mendes

“Não há a menor possibilidade. Eu não sou do Diretório Regional, mas o PT é oposição ao Governo do Estado e, apesar da relação entre os partidos, ele [Pivetta] é o vice-governador. Então não vejo chance nenhuma disso”, considerou Julier, em conversa com Olhar Direto, mencionando a pré-candidatura do vice-governador Otaviano Pivetta.

Pivetta fez parte do movimento “anti-PT” instalado no Brasil nas eleições de 2018 e chegou a pedir votos para Jair Bolsonaro (sem partido), contrariando o PDT que tinha como candidato à presidência Ciro Gomes.

Esta semana, o vice-governador reforçou sua candidatura em entrevistas, lamentou a cassação de Selma, se disse representado por ela e prometeu seguir os passos da juíza aposentada no Senado, caso eleito, integrando, inclusive, o movimento “Muda Senado”, que é contrário à gestão do atual presidente, Davi Alcolumbre (DEM).

O pedetista convidou o ex-senador Cidinho Santos (PL) e o ex-deputado federal Adilton Sachetti (Republicanos) para compor a chapa como suplentes, mas oficialmente ainda não recebeu resposta dos dois.

O PT, por sua vez, se manteve discreto quanto ao assunto até o momento. Com a definição do calendário da eleição suplementar, o partido promete intensificar as discussões em torno dos nomes do ex-deputado Carlos Abicalil e do deputado estadual Lúdio Cabral.

Lúdio já afirmou que não pretende disputar o pleito, mas se disse aberto ao diálogo. O petista é uma das principais vozes da oposição ao Governo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • silvio lopes de moraes
    27 Jan 2020 às 07:30

    Quem é esse Julier na politica ? já foi eleito a que cargo? O PT não tem condições de apoiar ninguém,a não ser que o objetivo do candidato apoiado seja de ser derrotado.A ESQUERDA CAMINHA PRO FIM,GRAÇAS AO UNIVERSO QUE CAMINHA PARA A EVOLUÇÃO.

  • silvio lopes de Moraes
    26 Jan 2020 às 17:32

    A esquerda não enxerga sua morte ,já era a nível mundial,não aceitamos mas essa politica de estado máximo,assistencialismo,anti-liberdade econômica . Eles vivem na redundância idiota de chamar outros governos de FACISTAS ,propõe luta em defesa do trabalho,mas não trabalham!perderam nos EUA,Inglaterra ,Brasil ,Chile etc.

  • Villas
    26 Jan 2020 às 12:52

    Está correta a avaliação do Dr. Julier,o PT tem que disputar essa eleição e pra ocupar o espaço e voltar a crescer...Pivetta é da direita reacionária e está no PDT apenas por oportunismo político!!

  • Samir
    26 Jan 2020 às 11:30

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet