Olhar Direto

Segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Caminhoneiro é preso transportando madeira retirada ilegalmente de terra indígena

da Redação - Isabela Mercuri

25 Jan 2020 - 09:07

Foto: Divulgação

Caminhoneiro é preso transportando madeira retirada ilegalmente de terra indígena
Um caminhoneiro foi preso na última sexta-feira (24), em Campinópolis (557km de Cuiabá), transpotando madeira ilegal, oriunda da Terra Indígena Pararabubure. Ele ainda tentou fugir da Polícia, mas foi detido.

Leia também:
Sema apreende maior carga de madeira protegida por lei e aplica multa de R$ 3 milhões

De acordo com informações do 13º Comando Regional e do 1º Pelotão de Campinópolis, a ocorrência se deu no bairro União. A Polícia estava em ronda quando avistou o caminhão cheio de madeira.

O motorista apresentou atitude suspeita, ficando nervoso e, quando ia ser abordado, tentou fugir. Houve perseguição por diversas ruas da cidade, até que ele foi parado próximo à sua residência.

Ao ser questionado sobre a origem da madeira, o caminhoneiro disse que ela vinha da Terra Indígena Pararabubure. Diante do fato criminoso, o suspeito e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia Municipal.

Ele responderá por vender, expor à venda, ter em depósito, transportar ou guardar madeira, lenha, carvão e outros de origem vegetal, sem licença.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo Matos
    25 Jan 2020 às 20:51

    A MELHOR TERRA QUE EU JA NA MINHA VIDA É NESSA RESERVA INDIGENA,LA AROEIRA É PRAGA, OS INDIOS VENDE A MADEIRA!!

  • Cidadão
    25 Jan 2020 às 13:55

    Não seria a cidade de Campinapolis em vez de Campinopolis?

  • Josias de Moraes Costa
    25 Jan 2020 às 13:34

    Eta povinho besta! Sabe que é ilegal transportar madeira sem comprovar a origem, mesmo praticando o ato , ainda foge da polícia. Além de infrator é burro.

  • Fatima
    25 Jan 2020 às 12:21

    A REALIDADE É UMA SÓ SENHORES PROMOTORES DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE, A FLORESTA DAS TERRAS INDÍGENAS DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO ILEGAL A MUITO TEMPO. A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO A CORRUPÇÃO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA, A FLORESTA NÃO É SÓ PARA A PRESENTE GERAÇÃO MAIS TAMBÉM PARA AS FUTURAS GERAÇÕES.

Sitevip Internet