Olhar Direto

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Notícias / Política MT

Mendes nega intenção de ‘repartir’ custos do VLT com 141 municípios

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/ Da Redação - Lucas Bólico

28 Jan 2020 - 19:12

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Mendes nega intenção de ‘repartir’ custos do VLT com 141 municípios
O governador Mauro Mendes (DEM) negou a intenção em repartir com os 141 municípios de Mato Grosso as tarifas e serviços para fazer funcionar o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), modal escolhido para modernizar o transporte público de Cuiabá e Várzea Grande para a Copa do Mundo 2014, mas cujas obras estão paradas há mais de quatro anos.

Leia também:
Mauro sugere que despesas do VLT sejam pagas por todos municípios do Estado, diz revista
 
A informação sobre essa alternativa para “viabilizar” o VLT foi divulgada pela coluna Radar, da Revista Veja. Mendes, no entanto, descartou a possibilidade e sustenta que ela não chegou a ser cogitada. “Não. Nunca houve uma conversa minha nesse sentido”, declarou, nesta terça-feira (28), durante inauguração do COT da UFMT, obra também projetada para o mundial de 2014.
 
Em texto intitulado “Governo Bolsonaro pode retomar obra de VLT da Copa de 2014”, o jornalista Robson Bonin afirma na coluna Radar que existe uma negociação no ministério do Desenvolvimento Regional e que uma reunião está marcada para o próximo 10 de fevereiro para discutir o assunto, com o ministro Gustavo Canuto recebendo tanto o governador Mauro Mendes, quanto os prefeitos de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), e de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM).

“Essa semana teve uma reunião em Brasília do grupo de trabalho. Tem outra reunião semana que vem do grupo de trabalho novamente e eu marquei uma visita de cortesia ao novo secretário. Já é o terceiro secretário nacional de mobilidade urbana. Simplesmente marquei uma visita de cortesia para conhecer ele e ver se dessa vez para de mudar secretário e nós conseguimos avançar na relação do Governo do Estado com o Governo Federal para encontrarmos ainda no primeiro semestre a solução”, desmentiu o democrata.

Veja abaixo a publicação da revista Veja:

Governo Bolsonaro pode retomar obra de VLT da Copa de 2014 

Símbolo da corrupção que tomou conta das obras da Copa de 2014 em diferentes estados brasileiros, o prometido Veículo Leve sobre Trilhos que ligaria Várzea Grande a Cuiabá, no Mato Grosso, voltou ao radar do governo e, veja só, em pleno ano eleitoral!
 
A ideia é retomar a obra, um elefante branco que drena recursos públicos dos mato-grossenses desde 2014, a partir de uma concessão pública que poderá ser intermediada pelo governo de Jair Bolsonaro.
 
A negociação corre no ministério do Desenvolvimento Regional. Uma reunião está marcada para o próximo 10 de fevereiro para discutir o assunto. O ministro Gustavo Canuto vai receber o governador Mauro Mendes e os prefeitos de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e de Várzea Grande, Lucimar Campos.
 
Quanto a cobrança de tarifas e serviços, estes serão rateados pelos 141 municípios mato-grossenses, por sugestão do governador.
 
Quem adiantou as conversas em Brasília foi o senador Wellington Fagundes, presidente da Frente de Logística do Senado.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jorge
    29 Jan 2020 às 10:41

    O Mentiroso compulsivo acredita até nas próprias mentiras e inventa outra mentira para cobrir uma mentira.

  • Chico Bento
    29 Jan 2020 às 08:59

    Quero saber qual é a estratégia técnica e financeira para concluir o VLT! Outra coisa, essa prosa de tirar dinheiro de municípios... de onde saiu isso? Como pode criar tanta mentira! O que é dos municípios é deles, é lei, pára de mentir senhor.

  • rafael
    29 Jan 2020 às 08:04

    Pessoal vocês não entenderam que ele quer mais um mandato, ele vai fazer tudo para colocar salários em dia, vai fazer tudo que precisa para resolver e parecer ser o melhor governador. Mas ele esta igual cavalo e TROIA, da de um lado e tira do outro, olha os custos de Ethanol, olha os custos da cesta basica, somos os maiores produtores de gado do mundo, somos os maiores produtores de soja, e quem está pagando os impostos ?? OS barões que não são, todos sabemos que Mauro Mentes faliu a sua empresa, e ainda deixamos ele ai nessa briga por poder. Vamos votar certo, O RICO SO ENTRA PRA FICAR MAIS RICO

  • Guilherme Fonseca
    28 Jan 2020 às 23:38

    Já passou da hora em se tomar providencias e retomar se ás obras da linha Várzea Grande/ Cuiabá do V L T E digo mais essa linha para beneficiar o usuário deve sair do aeroporto com final do cpa

  • joão coite diniz
    28 Jan 2020 às 21:35

    CHINA ( cheneses ) ASSUMIR ESSA OBRA VLT em 06 meses temos VLT funcionando.

  • Paulo
    28 Jan 2020 às 21:33

    Esse governador não se cansa de passar vergonha?

  • Rogério
    28 Jan 2020 às 21:24

    MM sempre conversando demais sem sustentar o que diz.

  • Rogério
    28 Jan 2020 às 21:24

    MM sempre conversando demais sem sustentar o que diz.

  • jose
    28 Jan 2020 às 21:04

    isso é um grande mentiroso não da para acreditar em nada vindo dele