Olhar Direto

Terça-feira, 07 de abril de 2020

Notícias / Educação

Após decisão do STJ, UFMT inicia matrículas de aprovados no próximo dia 30

Da Redação - Patrícia Neves

29 Jan 2020 - 10:39

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Após decisão do STJ, UFMT inicia matrículas de aprovados no próximo dia 30
A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) divulgou na Central de Ingresso a atualização do cronograma de matrícula dos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Com esta publicação, o período de pré-matrícula, acontecerá de quinta-feira (30) até às 23h59 de terça-feira (4), horário de Cuiabá, e será realizado de maneira online. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa.

Leia Mais:
Presidente do STJ autoriza divulgação do resultado do Sisu

Os aprovados deverão acessar a Central de Ingresso e encaminhar a documentação solicitada bem como preencher os dados socioeconômicos. Os arquivos deverão ser enviados em formato digitalizado (.pdf, .jpg, ou .jpeg), com todas as informações legíveis e com tamanho máximo de 5mb cada. O sistema ainda salvará o progresso dos candidatos, permitindo que parem de enviar a documentação e retornem em outro momento.

Suporte

Durante a pré-matrícula online, a UFMT disponibilizará uma central de atendimento telefônico pelo número (65) 3615-8626, que funcionará das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, nos dias 30 e 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro, no horário de Mato Grosso.
Além disso, serão disponibilizados pontos de apoio em todos os Câmpus, que permitirão o acesso à internet e o upload dos documentos necessários. As unidades funcionarão entre 8h e 11h e das 14h às 17h, do horário de Mato Grosso, com exceção do câmpus do Araguaia, que segue o horário de Brasília.

Decisão:

O  presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, deferiu nesta terça-feira (28) pedido da União para que o Ministério da Educação divulgue os resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A decisão atinge alunos de todo Brasil. A divulgação estava suspensa por decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), em razão de inconsistências na correção de quase seis mil provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet