Olhar Direto

Quarta-feira, 08 de abril de 2020

Notícias / Política MT

Wilson costura com governo alternativa à Cota Zero que libera dourado e proíbe espécies ameaçadas

Da Redação - José Lucas Salvani

29 Jan 2020 - 16:38

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Wilson costura com governo alternativa à Cota Zero que libera dourado e proíbe espécies ameaçadas
Uma das propostas alternativas à Cota Zero defende a liberação do dourado, mas a proibição de espécies ameaçadas. A proposta é dos pescadores profissionais e amadores de Mato Grosso e foi entregue ao secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB), nesta terça-feira (28). Uma outra alternativa foi proposta pelos lojistas.

Leia mais:
Reforma da Previdência e Cota Zero serão prioridades da ALMT em 2020, afirma Botelho

A proposta dos pescadores defende manter cinco quilos de pesca ou um exemplar para o pescador amador capturar e transportar e independentemente de cota. A pesca da piranha seria permitida para geral um controle ambiental.

Ainda consta a defesa pela proibição de pesca de espécies ameaçadas, degradadas e de valor aquisitivo considerado, por meio de estudos científicos e de análise técnica; a liberação do dourado; a criação de um programa técnico para soltura de alevino nos rios mato-grossenses para prever o repovoamento das espécies nestes rios em conjunto com estudos técnicos.

Já a proposta dos lojistas inclui a criação do programa Sema Itinerante ou Polícia Ambiental Itinerante, criação de um programa técnico para soltura de alevinos nos rios mato-grossenses e a proibição por meio de estudos técnicos científicos da pesca de espécies ameaçadas, porém, com a autorização de pesca do peixe dourado.

O projeto de lei 666/2019 prevê a proibição do abate e transporte de peixe nos rios de Mato Grosso, durante cinco anos, a partir de janeiro de 2020. Ou seja, será proibido transportar, armazenar ou comercializar qualquer peixe pescado nos rios de Mato Grosso – independente da medida, espécie ou época do ano. 

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jose
    30 Jan 2020 às 16:09

    Eu comentei a baixo de alguns peixes liberar e outros proibir esqueci também liberar o JACARÉ por que tem de mais e ele come muito peixe. vamos apoiar obrigado.

  • ANTONIO ALVES DE FREITAS
    30 Jan 2020 às 16:05

    Eu sou morador ribeirinha no monici Antonio alves de freitas eu sou morador ribeirinha no monicipio Monicípio de barão de am Mergaço, já que o Gorverno não tem autoridade para proibi a pesca proibe pelo menos as cinco especis mais tradicional( pacu, pintado, pintado cachara, peraputanga. no ano passado eu vi pescador pescando ele estava com sesenta e dois pacu na canoa e ninhu da peças da mebidas.

  • Joaqui
    30 Jan 2020 às 13:48

    Governador e meu caro amigo Wilson Santos! Sei que tens lutado para o desenvolvimento de M.T e dentro dele,há vários seguimentos que vem contribuindo pra o desenvolvimento. Quanto a cota zero, digo que o aumento do estoque pesqueiro é criar oportunidade do próprio pescador,seja profissional ou amador, contribuir com doação de alevinos assim que solicitar sua carteira e caberá o estado ou associação organizar a soltura,e por outro lado o controle e fiscalização da aplicação do veneno,próximo dos rios lagos e lagoas...... e outros mais. Creio que vestiremos a camisa e será salvo o estoque e muito mais,isso é simples,com certeza eficaz.

  • jose
    30 Jan 2020 às 13:24

    Gostei de alguns comentários que deve proibir pintado cachara pacu e liberar dourado e piranha e uma boa vamos apoiar a ideia, por tem muita piranha e dourado. obrigado.

  • Lorenzon
    30 Jan 2020 às 13:22

    Esse Jorge leu meus pensamentos, vc está certíssimo.

  • José
    30 Jan 2020 às 12:52

    Os piores inimigos dos peixes: Esgoto um natura lançado no Rio. Pesca predatória. Ribeirinhos que pescam o ano inteiro. Jacarés reproduzindo sem controle. E o principal: GOVERNANTES QUE NÃO FAZEM NADA QUE PRESTE.

  • Wagner Cordeiro
    30 Jan 2020 às 10:29

    Deputado inteligente, quando alguém for pego pescando no período proibido,este dará um sorriso malicioso para o agente fiscalizador e solenemente disparará:Estou pescando dourado uai,de acordo com a lei.

  • Pescadô
    30 Jan 2020 às 08:38

    Cota zero. Se abrir qualquer quantidade de qualquer espécie, abre também a parte pra burlar a lei Soltura de espécies nativas, é necessário nos primeiros anos, e abate de jacarés imprescindível.

  • Pescadô
    30 Jan 2020 às 08:37

    Cota zero. Se abrir qualquer quantidade de qualquer espécie, abre também a parte pra burlar a lei Soltura de espécies nativas, é necessário nos primeiros anos, e abate de jacarés imprescindível.

  • Vettel
    30 Jan 2020 às 08:20

    Ata! Vai falar isso pra turma de "Barão" principalmente do estirão cumprido... eles vão passar assim: 5 anos sem poder pescar! ....Mais peixe pra nós pescar!

Sitevip Internet