Olhar Direto

Sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

Chamado de corrupto, Saad diz que está sendo ameaçado por Abílio e que irá prestar queixa

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

13 Fev 2020 - 14:31

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Chamado de corrupto, Saad diz que está sendo ameaçado por Abílio e que irá prestar queixa
Autor do relatório que pediu pela cassação do vereador Abílio Junior (PSC) na Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador Ricardo Saad (PSDB) disse que está sendo ameaçado pelo colega de parlamento e disse que irá processá-lo criminalmente, durante sessão desta quinta-feira (13).

Leia mais
Por unanimidade, Comissão de Ética pede cassação do vereador Abílio Brunini


Na tribuna, Abílio chamou Saad, que é médico por formação, de corrupto e o acusou de furar fila do SUS, além de classifica-lo, junto com outros parlamentares, como um grupo de piores vereadores da Câmara Municipal.

“Quantas crianças nasceram na sua mão doutor? Que história bonita o senhor tem. Tem o seu ‘gabinetezinho’ que fura fila do SUS, lá na central de especialidade médica, com indicação política que fura fila do SUS. Pena que o que o senhor faz nos bastidores é uma vergonha para aqueles que o senhor ajudou a nascer”, disse o vereador.

“Existem bons vereadores aqui na casa. Eu conheço, mas Toninho, Chico, Saad, Luís Claudio, Juca e Adevair são a pior classificação de vereadores. Este grupo representa os piores vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá”, afirmou.

Em resposta, Saad declarou que está recebendo ameaças de Abílio e garantiu que irá prestar uma queixa contra ele, por ter o chamado de corrupto.

“Não venha me chamar de corrupto. Irei entrar na justiça criminal contra o senhor, pois o senhor vai ter que provar que eu sou corrupto. O senhor está me ofendendo e eu não aceito. Eu não furo fila do SUS. Não preciso disso e eu quiser, pois eu opero quem eu quiser de graça. O senhor não é homem. Tem que amadurecer, pois é uma criança. Eu não estou contra o senhor, mas você precisa aprender uma coisa que é ser político, coisa que ainda não é”, rebateu.

O desentendimento dos dois vereadores começou ontem, após Saad, relator do processo que Abílio responde na Comissão de Ética, emitir parecer pedindo pela sua cassação, por uma série de supostos comportamento que figura quebra de decoro parlamentar.

A resolução foi lida em plenário já nesta quinta-feira (13) e a votação para a cassação deve ser aberta para os demais vereadores nas próximas semanas, assim que Abílio apresentar sua defesa.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet