Olhar Direto

Quinta-feira, 09 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Diretor da Semob exonerado após agredir repórteres é detido em delegacia

Da Redação - Vinicius Mendes

20 Fev 2020 - 12:02

Foto: Fabiana Mendes/ OD / Reprodução

Diretor da Semob exonerado após agredir repórteres é detido em delegacia
O diretor da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Michel Diniz, foi detido na manhã desta quinta-feira (20), acusado de agredir a equipe de reportagem da TV Cidade Verde. Ele foi conduzido para prestar depoimento. O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) já determinou a exoneração do diretor.
 
Leia mais:
Equipe de reportagem é agredida por diretor da Semob; prefeito demite servidor ao vivo; veja vídeos
 
A equipe de reportagem produzia uma matéria sobre um veículo da Semob que foi apreendido nesta quinta-feira (19) por documentos atrasados. Michel Diniz teria agredido o cinegrafista e quebrou a câmera filmadora da emissora.
 
De acordo com apuração do Olhar Direto, após a confusão a Polícia Militar foi acionada e todos os envolvidos se dirigiram à Central de Flagrantes. Ele foi então detido. O prefeito Emanuel Pinheiro já se manifestou sobre o caso e determinou a exoneração do servidor.
 
“Com relação ao episódio registrado na manhã de hoje(20), na Secretaria de Mobilidade Urbana, informamos que o prefeito Emanuel Pinheiro determinou a exoneração do então diretor de Trânsito da pasta”, se manifestou a Semob.

Diniz será ouvido na Central de Flagrantes pelo delegado Marcelo Jardim e poderá ser indiciado por constrangimento ilegal e dano. 
 
A TV Cidade Verde se manifestou sobre o ocorrido, por meio de nota. Veja a íntegra:
 
NOTA DE REPÚDIO
 
A TV Cidade Verde manifesta seu veemente repúdio à agressão sofrida na manhã desta quinta-feira (20) pelo repórter Ricardo Martins e pelo cinegrafista Odilson Zardo, que estavam no exercício da profissão, apurando uma denúncia sobre um carro da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) que circula pela Capital durante a realização de fiscalizações e aplicação de multas, estando supostamente em situação irregular.
 
Ao chegar à Semob para apurar a denúncia, a equipe da TV Cidade Verde foi agredida pelo diretor de Trânsito da Secretaria, Michel Diniz, que quebrou a câmera e machucou o Odilson Zardo. O profissional tinha marcas de sangue em virtude da agressão. O diretor ainda tentou dar uma “chave de braço” e enforcar o repórter Ricardo Martins. A equipe registrou um boletim de ocorrência.
 
O episódio mostra uma situação grave de desconhecimento do papel da imprensa e uma afronta ao direito de liberdade de expressão. É importante destacar que um país democrático precisa de uma imprensa livre que possa efetivamente comunicar à população sobre o que está acontecendo nas diversas esferas dos poderes, sempre com apuração e responsabilidade.
 
É muito grave, triste e lamentável esse episódio de violência contra a equipe de reportagem da TV Cidade Verde. Jornalistas no exercício da profissão não podem ser cerceados e, muito menos, agredidos durante a produção de uma reportagem de interesse público.

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Edvaldo Ari Zirondi
    21 Fev 2020 às 12:48

    Toma acabou a mamata e os que participaram também tem que ser exonerados aliás acabar com essa desgraça de semob

  • Cuiabá 300
    21 Fev 2020 às 10:18

    Exonera logo prefeito, estamos de olho

  • Cesinha
    21 Fev 2020 às 09:08

    Kkkk...o pessoal nao conhece alguns reportes da midia em Cuiabá!!! São Deuses, juizes e com um microfone na mão e uma camera ligada, usam como armas para constrager e ameacar pessoas e os ignorantes que nao sabem dos seus direitos.

  • CLARI
    21 Fev 2020 às 01:00

    Concordo plenamente que diante dos fatos, não há argumentos.Porém, discordo da atitude do nobre repórter , atitude esta que fere o limite de fronteira em ir e vir dentro de uma propriedade, estado,município ou País sem a devida autorização para udufruir, tomar posse de qualquer material físico, virtual, de aúdio ou filme , pois há suas leis que regem a conduta o imparcial ou parcial de seus patricios. Outra matéria onde foi invadida esse limite foi a filmagem pela janela da Prefeitura de Chapada .Acredito que a liberdade de imprensa,, não se dá a liberdade de invasão de propriedade sem o consentimento do proprietário, sem ser convidado. Quanto a agressão diante do fato filmado, não há desculpa e a pena de conduta tem que ser executada. Não vi pedidos de desculpas pela atitude que a meu ver , foi sem educação. Agora peço eu desculpa se a minha avaliação está errada.

  • Fim do mundo
    20 Fev 2020 às 17:50

    Se o Bozo pode ofender os jornalistas, qualquer pode também... a diferença tá que ele foi um pouco além

  • Justiceiro
    20 Fev 2020 às 17:47

    Tadinha da imprensa. Tem repórter sem noção, gosta de xingar e insultar as pessoas, instigando e testando a paciência de todos. Veículos locados, então cabe responsabilizar a locadora também. Mas sem esse mimimi de vitimização.

  • Júlio Cristo Rei
    20 Fev 2020 às 17:41

    Ex Diretor, vossa senhoria tem ideia de girico, vai carpi quintal rapaz

  • Maria Aparecida
    20 Fev 2020 às 16:49

    Abusado esse agente público , vítima deve acionar justiça para garantir sua segurança ....

  • eduardo
    20 Fev 2020 às 16:22

    tem q verificar se ele parcelava e so pagava a primeira parcela e as demais buaaaaa kkkkkkkk

  • pedro
    20 Fev 2020 às 16:21

    Pela informação o mesmo anda armado, parece ter porte de arma de fogo , Amarelinho é policia ?

Sitevip Internet