Olhar Direto

Quarta-feira, 01 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Secretário avisa que tolerância será zero com criminosos em Mato Grosso

Da Redação - Fabiana Mendes

22 Fev 2020 - 16:20

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Secretário avisa que tolerância será zero com criminosos em Mato Grosso
"A bandidagem pode ir para outro estado, aqui não vai ter folga, aqui é tolerância zero". Esse é o recado do secretário de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, para os criminosos que pretendem aproveitar o feriado de Carnaval em Mato Grosso. Apesar de soar de forma temerosa,  não é a primeira vez que as autoridades políticas do Estado tentam usar o intimidamento para reduzir os índices de criminalidade. Em 2018, o então governador Pedro Taques, avisou que "Mato Grosso não é o Rio de Janeiro, aqui facções criminosas não tem vez”.

Leia mais:
Forças de segurança irão realizar blitzes em todos dias de Carnaval

A fala do titular da Sesp foi dada durante coletiva de imprensa do lançamento da Operação de Carnaval, na manhã da última sexta-feira (21). Na oportunidade, Bustamante também mandou um recado para os mato-grossenses. "Os foliões precisam lembrar que não é o último Carnaval da vida deles. Vamos aproveitar com responsabilidade, tem a quarta-feira de cinzas e a vida continua", ponderou.

A Operação de Carnaval tem como objetivo intensificar ações policiais dos órgãos que compõem a Sesp, como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Civil, Politec, IML, Cioaper e Sistema Penitenciário, para redução dos índices criminais durante os eventos festivos e religiosos. Entre os dias 21 e 26 de fevereiro serão realizadas blitzes em pontos estratégicos, não divulgados. 

O secretário da Pasta, Alexandre Bustamante, disse que o trabalho dos servidores é para fornecer segurança ao cidadão. "O trabalho da Segurança Pública este ano é dar tranquilidade ao cidadão, por isso o reforço que a gente faz de fechar as áreas administrativas, intensificar a quantidade de blitze, a exemplo da Lei Seca. A operação reúne a soma de esforços de todos os órgãos da Segurança Pública para que cidadão mato-grossense, sendo ele folião ou não, esteja seguro", afirmou.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Tiago
    24 Fev 2020 às 06:30

    Infelizmente o governo não fez nada pela segurança pública até o momento! Apenas reduziu salário, não fez concurso, e não deu nenhum curso de aperfeiçoamento até o momento.

  • MARIA AUXILIADORS
    23 Fev 2020 às 10:39

    Avisa aí os políticos, turma do judiciário e do tribunal de contas para não saírem de casa durante o Carnaval.

  • Guilherme Fonseca
    23 Fev 2020 às 08:48

    Só acredito vendo...........! Prender e soltar....!!!!? Isso não é tolerância ZERO.

  • Raphael
    23 Fev 2020 às 08:00

    Não tem como... Nessa falta de delegado no mato grosso as investigações não andam, os flagrantes demoram (se for no interior então...) Daí a PM ao invés de ficar na rua nessa tolerância zero, fica sentada em delegacia esperando....

  • Luiz
    23 Fev 2020 às 06:28

    Avisa isso pro judiciário e legislativo, leis frouxas, prender solta....

  • Jeves Bejame
    22 Fev 2020 às 21:47

    A tolerância é zero, mas as Leis e o Poder Judiciário é nota 10 para os criminosos.

  • Antonio
    22 Fev 2020 às 19:26

    Vai contar história para outro, bandidagem tomou conta da cidade, todo dia tem empresas sendo assaltadas em plena luz do dia, distrito industrial está em polvorosa, enquanto isso só dircurso desses políticos!

  • Teka Almeida
    22 Fev 2020 às 17:42

    Exatamente.... Tolerancia ZERO. Eles estão liberados para fazerem o que quizerem. Basta vermos todos os dias nos jornais os roubos, sequestros relampagos, estupros, as facções deitando e rolando com as drogas e o Mauro MENTE governo FAKE NEWS desde que assumiu não apresentou nenhum programa na segurança pública. E Mato Grosso está assim, um estado sem lei onde a bandidagem toma conta. Mato Grosso é o único estado brasileiro a ter a promessa de três mil vagas em presidios abertas e escolas fechando. É mole ou quer mais.

Sitevip Internet