Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Notícias / Política MT

Paralisadas desde 2014, obras do Hospital Júlio Muller serão concluídas em três anos

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

24 Fev 2020 - 10:31

Foto: Assessoria/MPF

Paralisadas desde 2014, obras do Hospital Júlio Muller serão concluídas em três anos
As obras do Hospital Universitário Júlio Muller, anunciada pelo governador Mauro Mendes (DEM) no mês de novembro do ano passado e que ainda passa pelo processo de licitação, irá ficar concluída somente no ano de 2023, segundo a programação da Secretaria de Infraestrutura e Logística do Estado (Sinfra).

Leia também
Na inauguração do HMC, Mauro anuncia lançamento do Hospital Central e Julio Muller


Paralisadas desde 2014, as obras da unidade médica serão retomadas assim que for definido o vencedor da licitação. O edital foi lançado no início deste mês de fevereiro e estará disponível no site da Sinfra por um período de 45 dias, contados a partir de sua publicação no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o secretário Marcelo de Oliveira e Silva, a obra será licitada na modalidade RCDI (Regime Diferenciado de Contratação Integrada), em que a empresa ou consórcio vencedor da concorrência ficará responsável pela elaboração, tanto do projeto básico, quanto pela execução da obra.

“O RCDI permite a redução do prazo de implantação e funcionamento do hospital, além de proporcionar agilidade e transparência ao processo”, explicou o titular da pasta, acrescentando que o prazo para a conclusão da obra será de aproximadamente 36 meses.

Por contar com recursos da União, a abertura das propostas, marcada para o dia 13 de abril, será pelo sistema eletrônico de licitação do Governo Federal, o Compra Net. Vencerá quem comprovar habilitação técnica (compatível com o objeto licitado) e melhor preço.

O edital trará ainda o instrumento de ‘orçamento sigiloso’, ou seja, o valor estimado será tornado público somente após o encerramento da licitação - prática prevista no artigo 6º da Lei 12.462, de 2011.

“Desta forma, o Poder Público pode chegar mais perto do valor real da obra, evitando paralisações e a não conclusão do projeto”, explicou o secretário.

As obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller iniciaram em 2012, após, o Governo do Estado firmar convênio com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Na ocasião, o consórcio Normandia – Phoenix- Edeme, formado pelas empresas Normandia Engenharia Ltda.,  Construtora e Incorporadora Phoenix Ltda. e Edeme Construções Civis e Planejamento Ltda., venceu a licitação e assumiu a obra.

Em 2012, o investimento previsto era de R$ 116,5 milhões, metade recursos estaduais e metade recursos federais (bancados pelo Ministério da Educação – MEC).

Em 2014, ano previsto para a sua conclusão, os serviços foram paralisados e, posteriormente, o contrato foi rescindido pelo não cumprimento do cronograma. Apenas 9% do projeto foi executado.

Para a retomada das obras, R$ 96 milhões (recursos federais) já estão assegurados.

O complexo está localizado no km 16 da rodovia Palmiro Paes de Barros, entre a Capital e o município de Santo Antônio de Leverger (32 km de Cuiabá). À época, a área foi doada pelo governo estadual para a construção do Campus II da UFMT, onde também seria instalado o novo prédio da Faculdade de Medicina, cuja a edificação foi concluída.                                

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Muniz
    24 Fev 2020 às 23:02

    E o Projeto da Orla de Santo Antônio do Leverger, bem como o Projeto da Orla de Barão de Melgaço, ja nem falam mais nada...políticos kkkkkkkk

  • joaoderondonopolis
    24 Fev 2020 às 19:19

    Eu só acredito se entregar esta obra para EP, fora ele não acredito em ninguém, igual ao VLT se entregar para EP sei que será terminado. Parabéns EP.

  • Mario Cezar
    24 Fev 2020 às 19:17

    Isso é uma vergonha... se é uma o ra Estadual e Federal ficará printa em 3 anos???Palhaçada.. olha na China um hospital ficou pronto em 10 dias.. ta certo aqui nao é China... mas gente do céu uma obra que pode ficar pronta em menos de 1 ano....

  • Xavier
    24 Fev 2020 às 19:10

    Pra lembrar, essa obra seria concluída em 2014. Foi prometido.. assim. Porque mais três anos. ?

  • Gilmar Martins chaves
    24 Fev 2020 às 17:26

    Pode joga essa obra no lixo

  • JORGE LUIZ
    24 Fev 2020 às 14:11

    DAQUI A TRÊS ANOS SERÁ OUTRO GOVERNO, MAURO MENTE MENTE ATÉ NOS CÁLCULOS MATEMÁTICOS, FORÇA A LEI DA FÍSICA E TENTA ENGANAR OS BOBÓS CHEIRA CHEIRA

  • Sr.J
    24 Fev 2020 às 11:20

    Três anos? Kkkkkk

Sitevip Internet