Olhar Direto

Sexta-feira, 03 de abril de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Exame descarta coronavírus, mas confirma Influenza em paciente de Cuiabá que era monitorado

Da Redação - Vinicius Mendes

06 Mar 2020 - 17:27

Foto: Tchélo Figueiredo - Secom/MT

Exame descarta coronavírus, mas confirma Influenza em paciente de Cuiabá que era monitorado
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio do Centro de Operações de Emergência em Saúde de Mato Grosso (COE-MT), descartou uma suspeita de coronavírus em Cuiabá. O caso descartado apresentou resultado positivo para Influenza B. Atualmente, o Estado considera seis casos suspeitos do novo vírus, sendo um novo em Cuiabá.
 
Leia mais:
Hospital Júlio Müller e Santa Casa receberão casos confirmados de coronavírus em MT
 
Após o descarte de um possível caso em Cuiabá, houve a notificação de outra suspeita na capital. De acordo com a Nota Técnica divulgada nesta sexta-feira (06), as suspeitas do Covid-19 em Mato Grosso estão em Glória D’Oeste (2), Alto Taquari (1), Sorriso (1) e Cuiabá (2).
 
O documento ainda informa que, no total, 11 casos foram acompanhados pelo COE estadual. Destas, quatro ocorrências foram excluídas por não apresentarem critérios de definição, uma foi descartada e seis estão sob investigação.
 
Ainda conforme a nota, os casos que tiveram seus exames processados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen-MT) e obtiveram resultados suspeitos se encontram em laboratório de referência nacional para testagem.
 
Os dados nacionais estão sendo atualizados pelo sistema do Ministério da Saúde que, até o momento, contabiliza seis casos suspeitos e um descartado para Covid-19 em Mato Grosso, 768 suspeitas no Brasil e 13 confirmações em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Espírito Santo.
 
Recomendações
 
Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.
 
O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:
 
·     Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
 
·     Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
 
·     Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
 
·     Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
 
·     Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
 
·     Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
 
·     Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
 
·     Manter os ambientes bem ventilados;
 
·     Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
 
·     Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
 
Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet