Olhar Direto

Sexta-feira, 03 de abril de 2020

Notícias / Política MT

Deputado propõe criação de “bolsa” para trabalhadores informais e suspensão da cobrança previdenciária

Da Redação - Érika Oliveira

24 Mar 2020 - 18:19

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Deputado propõe criação de “bolsa” para trabalhadores informais e suspensão da cobrança previdenciária
O deputado estadual Valdir Barranco (PT) entregou ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), um “pacotão” de medidas para minimizar os impactos do coronavírus na vida da população mato-grossense. Entre as principais propostas estão a criação de uma “bolsa” para trabalhadores autônomos e a suspensão temporária da cobrança previdenciária, por parte do Governo Federal. O memorando deve, ainda, ser discutido com o Governo do Estado.  

Leia mais: 
Secretário de Saúde atualiza dados e sobe para 6 o número de casos de Covid-19 confirmados em MT 

“São propostas que podem ser adotadas pelo Governo do Estado, em parceria com a Assembleia Legislativa, de apoio social e também de cunho econômico. Temos 6 casos confirmados, mas 210 sendo estudados em cerca de 40 municípios do estado. Precisamos de medidas urgentes para evitar a fome, o aumento da doença, e as perdas na educação pública, por exemplo”, justificou o parlamentar.  

Nesta segunda-feira (23), a Secretaria de Saúde do Estado atualizou os dados sobre a Covid-19 em Mato Grosso. Até o momento, 6 casos foram confirmados, todos na região metropolitana de Cuiabá. O Governo monitora, ainda, 210 casos suspeitos da doença. No país, já foram confirmadas 34 mortes e 1891 casos confirmados nos 26 estados e no Distrito Federal. 

Por meio de decretos, tanto do Estado como das Prefeituras, uma série de serviços foram suspensos para evitar o contato entre as pessoas e o consequente avanço do vírus. O Governo Federal já anunciou a liberação de verba para a população que se encontra em vulnerabilidade social, mas ainda não definiu como será feita a distribuição desses recursos. 

“Propomos o pagamento de bolsa para trabalhadores informais durante a pandemia – no valor de um salário mínimo, a distribuição de cestas básicas às pessoas em situação de vulnerabilidade, kits de alcool 70% e sabão para os cadastrados no bolsa família, criação de um programa para aquisição de produtos da agricultura familiar, porque nesse momento as feiras livres não estão funcionando e as escolas estão fechadas, então o Governo precisa criar um programa que atenda essas famílias que abasteciam as escolas. Atender a população de rua, alugar ou requerer administrativamente esses hotéis que estão ociosos para abrigar essas pessoas, ou a própria Arena Pantanal, como já ocorre em outros estados”, discorreu o deputado. Ao todo, 13 medidas integram o pacote. 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jorge1
    25 Mar 2020 às 09:29

    Com relação aos trabalhadores informais, o governo poderia fazer a doação de uma cesta básica mensal, isso sairia bem mais em conta do que ficar criando benefícios que depois algum político vá transformar em Lei.

  • Jose
    25 Mar 2020 às 09:01

    O populismo barato é como a Fênix, sempre renasce, na boca de incompetentes mal intencionados parece a solução de tudo.

  • Degas
    25 Mar 2020 às 06:50

    Lá vem o paternalismo barato do partideco do PT.Porque não cria a Bolsa Decência,o fim da VI e demais mordomias ?

  • Vítor
    25 Mar 2020 às 00:16

    Gostaria de todos os deputados estatuais e federais ...que invés de se tratarem em hospitais particular fossem visitar Confresa ...Barra do garcas .....a rede pública ...só vieram pedir votos como o Deputado Estadual Max Russi.....Cadê o Senhor Deputsdo federal José Antônio Medeiros ???a obra da ponte de Barra do Garças divisa com Goias está parada ....o senhor como Policial rodoviário federal sabe a necessidade desta obra ...muitas pessoas morreram esmagadas por carretas circulando na área urbana....venha me explicar não fica querendo voto no Senado sem resolver nosso problema o cidadão mato-grossense está cansado de falta de compromisso com problemas que não estão sendo sanados.

  • Marcos justos
    24 Mar 2020 às 21:49

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet