Olhar Direto

Sexta-feira, 04 de dezembro de 2020

Notícias / Política MT

Governador anuncia plano de integração com Cuiabá e VG para combater coronavírus

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

24 Mar 2020 - 16:58

Foto: Reprodução

Governador anuncia plano de integração com Cuiabá e VG para combater coronavírus
Em reunião com o governador Mauro Mendes (DEM) no Palácio Paiaguas, nesta tarde, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM) se comprometeram a alinhar um planejamento junto com o Governo Estadual para combater a pandemia do novo coronavírus.

Leia também
Mauro e Emanuel voltam a expor “rixa” política em meio à pandemia do coronavírus

Além dos dois prefeitos, também participaram da reunião o secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, assim como os secretários de Saúde de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho e o de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga.

Em vídeo disponibilizado à imprensa, após a reunião que aconteceu na tarde desta terça-feira (24), o governador Mauro Mendes declarou que ficou acordado com os dois municípios uma integração da rede hospitalar para que, em conjunto, realizem o atendimento aos casos do coronavírus na baixada cuiabana.

“Dentro de três dias, Cuiabá e Várzea Grande vão entregar para o Governo do Estado o planejamento dos dois municípios para que possamos articular em conjunto o atendimento exclusivo ao coronavírus na baixada cuiabana e atender uma boa parte do Estado”, disse.

O governador também explicou uma equipe técnica fará o mapeamento dos 54 hospitais estaduais para levantar a disponibilidade de quantos leitos podem ser usados exclusivamente para pacientes com o coronavírus.

“Definimos também que o Governo vai mapear os 54 hospitais estaduais, ver a disponibilidade que cada um tem de leitos quem podem ser colocados em exclusividade para o atendimento do coronavírus. Vamos fazer este trabalho, depois uma equipe técnica vai escolher as nossas referências estaduais para escolher este leito em exclusividade para os eventuais casos que demande internação para nossos hospitais”.

Até a noite desta segunda-feira (23), o Governo havia confirmado seis casos de pacientes com coronavírus, todos eles na baixada cuiabana (cinco em Cuiabá e um em Várzea Grande). Em Rondonópolis, onde existem dois casos suspeitos, ainda aguardam a contraprova. 

Desafetos políticos, o prefeito Emanuel Pinheiro e o governador Mauro Mendes chegaram a ter um embate definido na justiça no último final de semana. Após o chefe do Executivo cuiabano determinar a suspensão de 100% dos ônibus, Mauro moveu uma ação e conseguiu que 30% do transporte coletivo continuasse funcionando.

O prefeito criticou a decisão judicial e repudiou, sem citar o nome de Mendes, o uso político do coronavírus. Já governador se limitou a responder que "toda medida que vier a representar riscos à população será questionada em todas as esferas”.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet