Olhar Direto

Segunda-feira, 30 de março de 2020

Notícias / Cidades

ANEEL proíbe nos próximos 90 dias corte de energia por inadimplência

Da Redação - Arthur Santos da Silva

24 Mar 2020 - 17:52

Foto: Reprodução

ANEEL proíbe nos próximos 90 dias corte de energia por inadimplência
A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira (24), em Reunião Pública Extraordinária, conjunto de medidas para garantir a continuidade do serviço de distribuição de energia elétrica, protegendo consumidores e funcionários das concessionárias em meio ao cenário de pandemia do novo coronavírus.

Leia também
Cuiabanos embarcam para voltar ao Brasil após ficarem presos no Peru

 
As medidas aprovadas em reunião virtual do colegiado da Agência terão validade de 90 dias, podendo ser prorrogadas. Será vedada a suspensão do fornecimento por inadimplência de unidades consumidoras residenciais urbanas e rurais , incluindo baixa renda, além de serviços e atividades consideradas essenciais, conforme a legislação.
 
A ANEEL decidiu permitir que as distribuidoras suspendam temporariamente o atendimento presencial ao público, como medida para preservar a saúde dos seus colaboradores e da população, em atendimento às restrições impostas por atos do poder público.
 
Estão suspensos os prazos para a solicitação de ressarcimentos por danos em equipamentos. O processo de ressarcimento envolve a circulação de técnicos até a casa do consumidor para verificar o dano.
 
ANEEL também decidiu permitir a suspensão da entrega da fatura mensal impressa no endereço dos consumidores. Ao suspender a entrega de fatura impressa, a distribuidora deverá enviar aos consumidores as faturas eletrônicas ou o código de barras, por meio de canais eletrônicos ou disponibilizá-las em seu site ou aplicativo.
 
As distribuidoras poderão realizar leituras do consumo em intervalos diferentes do usual ou mesmo que não realizem a leitura. Quando não houver leitura, o faturamento será feito com base na média aritmética do consumo nos últimos 12 meses. A distribuidora deverá disponibilizar meios para que o consumidor possa informar a autoleitura do medidor, em alternativa ao faturamento pela média.
 
Confira outras medidas.

A Energisa se manifestou por meio de nota. Leia a íntegra:

Posicionamento da Energisa sobre Resolução Aneel

A Energisa informa que está analisando as medidas anunciadas nesta terça-feira (24) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A empresa considera de extrema relevância o posicionamento do regulador nesse momento crítico que o país e a sociedade atravessam.

Esse é um momento de profundas mudanças para a sociedade, no qual o espírito comunitário se torna ainda mais relevante. A empresa ressalta que está dedicada em manter o fornecimento de energia para seus mais de 7,8 milhões de clientes em todo o país, e que vai cumprir a determinação da Aneel de não realizar cortes em consumidores residenciais e de serviços essenciais à população durante os próximos 90 dias. A Energisa destaca o apelo feito pelo regulador para que aqueles clientes que têm condições mantenham seus pagamentos em dia. Informa, ainda, que o faturamento dos clientes continuará sendo feito normalmente. A Energisa colocou à disposição dos clientes canais digitais como Whatsapp, aplicativo Energisa ON, e o site energisa.com.br, além do 0800, para o atendimento integral de todas as necessidades, incluindo modalidades de débito em conta e opções flexibilizadas de parcelamento.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luísa CPA 2
    25 Mar 2020 às 09:14

    Excelente. São três meses de economia.

  • todeolho
    25 Mar 2020 às 08:48

    desde quando essa empresa segue alguma lei?

  • INDIGNAÇÃO
    25 Mar 2020 às 08:44

    Esta empresa sem coração estava cortando energia adoidado no dia de ontem. Carros de empresas terceirizadas da Energisa cortando energia de quem não pode sair de casa para trabalhar. A Aneel tem que tomar providências com relação a Energisa e puni-la.

  • CRISTIANO MOTA DROSGHIC
    25 Mar 2020 às 02:43

    O governo ten que reduzir a carga da ENERGIA ELETrICA. Ta todo mundo em casa! Consumo alto de tudo e sem dinheiro.

Sitevip Internet