Olhar Direto

Segunda-feira, 06 de julho de 2020

Notícias / Política MT

Prefeito levanta bandeira branca com Mendes e diz que união é fundamental para vencer coronavírus

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

25 Mar 2020 - 16:33

Prefeito levanta bandeira branca com Mendes e diz que união é fundamental para vencer coronavírus
Após reunião com o governador Mauro Mendes (DEM), com quem teve diversos desentendimentos políticos no decorrer do último ano, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) levantou a bandeira branca e declarou que somente com a união do Governo do Estado com a baixada cuiabana, Mato Grosso terá sucesso no combate contra o novo coronavírus.

Leia mais
Governador anuncia plano de integração com Cuiabá e VG para combater coronavírus


Na reunião, em que também participou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), ficou definido que as duas maiores cidades do Estado vão alinhar os esforços junto ao Governo para prevenir a proliferação e dar um tratamento digno a qualquer paciente infectado.

Após o encontro, o prefeito disse que tanto ele quanto Mauro deixaram as diferenças de lado e entenderam que a parceria do Governo com as duas cidades vai ser fundamental para que todos os outros municípios do Estado sejam amparados.

“Esta união partiu de um convite do governador, independente de questões políticas partidárias e ideológicas para que pensemos na população mato-grossense. Nosso partido é Cuiabá, Várzea Grande e Mato Grosso. Será necessária esta união institucional do governador do Estado com os dois prefeitos das duas maiores cidades. A melhor forma de avançarmos é dividindo responsabilidades para darmos condições ao governador de realizar um grande trabalho de combate ao novo coronavírus, bem como o Governo ajudar os municípios, a partir das duas maiores cidades para que possamos aumentar esta rede protetiva da população”, afirmou.

Em anúncio feito por meio de suas redes sociais, o governador disse que irá receber nos próximos dias projetos tanto de Cuiabá, quanto de Várzea Grande, para alinharem ações de combate a pandemia.

Os dois prefeitos e o governador também deixaram agendados pelo menos uma reunião feita por videoconferência por semana.

Útimo atrito

No último final de semana, o prefeito e o governador chegaram a ter um embate definido na justiça. Após o chefe do Executivo cuiabano determinar a suspensão de 100% dos ônibus, Mauro moveu uma ação e conseguiu que 30% do transporte coletivo continuasse funcionando.

O prefeito criticou a decisão judicial e repudiou, sem citar o nome de Mendes, o uso político do coronavírus. Já governador se limitou a responder que "toda medida que vier a representar riscos à população será questionada em todas as esferas”.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • nelson
    26 Mar 2020 às 09:41

    OS EMPRESTAVEIS

  • Cidadã
    26 Mar 2020 às 04:57

    Que bonitinhos. Tão de barriguinha cheia?

  • olavo
    26 Mar 2020 às 00:21

    Tá atrasado Carlos Augusto a câmara de geradores de Cuiabá já antecipou os salários deles se 4 meses...foi notícia a nível nacional... apareceu até no jornal nacional

  • Jacqueline
    25 Mar 2020 às 23:57

    A dupla certamente irá garantir o sustento das famílias. Dois cara de pai aproveitando de um momento para fazerem política. Dois irresponsáveis. O Brasil vai quebrar. Nunca mais terão meu voto. Pessoal falem isto q estão fazendo é criminoso.

  • DELCIO JANKE
    25 Mar 2020 às 20:50

    Vergonhoso a postura dos governadores e prefeitos, usam o corona, para falar de assuntos econômicos!

  • Marcos Justos
    25 Mar 2020 às 18:46

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Rubens Tadeu Reynaud
    25 Mar 2020 às 17:36

    PIADA. BASTA SEPARAR OS IDOSOS DOS MAIS JOVENS. PROBLEMA RESOLVIDO.

  • Carlos Augusto
    25 Mar 2020 às 17:09

    Sugiro os prefeitos, governadores, vereadores, deputados estaduais e federais, ficarem sem salário e verba de gabinete pelo período de 4 meses. Vamos cortar na carne de todos. Todos, direito de todos, dever de todo. Mostrem que estão dispostos a enfrentar a crise. Os secretários de governo também tanto estaduais como municipais. Encerrar os contratos de trabalho dos comissionados, enxugar a folha. Bora, quero ver o se aguentam o que o governo federal aguenta. Seus hipócritas. Cambada de hipócritas. Sensacionalistas. Estão pouco se lixando pra população, e para os micro e pequenos empresários. Queria que está mensagem chegasse até eles. Ou chegasse pelo menos numa máquina de imprensa imparcial. Conto com vocês.

Sitevip Internet