Olhar Direto

Segunda-feira, 30 de março de 2020

Notícias / Cidades

Prefeito anuncia 91% de redução nos usuários do transporte público e explica “relaxamento” de medidas

Da Redação - Isabela Mercuri

24 Mar 2020 - 19:23

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Prefeito anuncia 91% de redução nos usuários do transporte público e explica “relaxamento” de medidas
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou, no início da noite desta terça-feira (26), que o número de usuários do transporte público em Cuiabá foi 91% menor nesta segunda-feira (25) em relação à média na cidade. O chefe do executivo municipal agradeceu à população por ter “atendido” a seu pedido, mesmo que o decreto de paralização dos ônibus tenha sido revogado por medida judicial.

Leia também:
Prefeito pede para cuiabanos não usarem ônibus após decisão e repudia uso político do coronavírus
 
De acordo com os números da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), a média de usuários do transporte público de Cuiabá é de 210 a 220mil usuários por dia. Na segunda-feira antes do decreto municipal, dia 16 de março, 210.078 pessoas utilizaram os ônibus da capital. Já nesta segunda-feira (23), apenas 19.493 foram transportadas, ou seja, 91% a menos.
 
Depois de publicar o decreto suspendendo 100% das atividades do transporte público na capital, Emanuel teve que modificar a ação quando a justiça decidiu atender ao pedido do Governo do Estado em manter o mínimo de 30% da frota do transporte coletivo. Na ocasião, ele disse, sem citar o governador Mauro Mendes (DEM), que é o momento de deixar de lado as antipatias pessoais, e pediu ao povo cuiabano que busque outra alternativa para não andar de ônibus.
 
Novo decreto
 
O prefeito ainda explicou, em sua transmissão ao vivo nas redes sociais, o motivo de ter publicado um novo decreto nesta terça-feira (24), modificando algumas de suas decisões anteriores. Segundo ele, as modificações serão constantes para “organizar Cuiabá para combater o novo coronavírus”.
 
Três pontos do novo decreto foram citados pelo prefeito. O primeiro deles foi em relação ao transporte de cargas de gêneros alimentícios ou de necessidades essenciais. “Como eu iria deixar fechado uma transportadora de atacado? Como ela iria atender os supermercados? Então tive que rever para garantir o abastecimento dos supermercados”, afirmou.
 
Em relação às oficinas mecânicas, o prefeito explicou que são essenciais para cuidar dos carros das pessoas que trabalham na saúde pública - incluindo ambulâncias - e de serviços privados, além dos carros da coleta de lixo e outros serviços essenciais do município.
 
Por fim, Emanuel também reiterou a necessidade de manter abertas as Casas Lotéricas, para não sobrecarregar os bancos e, portanto, evitar aglomerações, e também para assegurar o pagamento de benefícios sociais como seguro-desemprego, bolsa família, FGTS, dentre outros.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    25 Mar 2020 às 12:53

    Moe, Larry e Curly.

  • arabe
    25 Mar 2020 às 10:20

    POIS É SENHOR PREFEITO ATÉ AGORA NAO MANIFESTOU SOBRE O IPTU ....E AI VAI ANISTIAR OU DAR 50% DE DESCONTO ???? E AI SENHOR PREFEITO COMERCIO FECHADO ,AUTONOMOS E OUTROS PAGAR COMO ????? SEJA HUMANITARIO E ISENTA O ANO DE 2020 E JA PODE AJUDAR A QUEBRADEIRA QUE VIRÁ ( O PESSOAL DO OLHAR DIRETO AJUDEM COM UMA REPORTAGEM SOBRE ESSE ASSUNTO ,AFINAL A IMPRENSA É QUE MAIS DEVERIA AJUDAR A POPULAÇAO NESTA HORA)

  • PAGADOR DE IMPOSTOS
    25 Mar 2020 às 09:26

    PREFEITO VOÇÊS ESTÃO COBRANDO UM IPTU MUITO ALTO, COBRANDO JUROS ABUSIVOS E PROTESTANDO IPTU SENDO QUE JÁ TEM MEIOS PARA COBRAR POIS O IMÓVEL NÃO PODE SER VENDIDO SEM PAGAR ESSAS DÍVIDAS , VOÇÊS ESTÃO ABUSANDO DE QUEM TRABALHA QUE JUROS SÃO ESSES ?? TEM QUE PROCESSAR A PREFEITURA , VEREADORES DE CUIABÁ E VÁRZEA GRANDE , VOÇÊS DEVERIAM LUTAR PELO POVO DIMINUINDO ESSES ABUSOS , ACORDA POVO !!

  • Daniel
    25 Mar 2020 às 07:39

    Pois é, e criticou tanto o Governo do Estado.

  • Jose Olavo
    25 Mar 2020 às 03:07

    Estão brincando com a saúde da população, isso vai sair muito caro para o povo Cuiabano, já basta aquele lunatico com mania de perseguição la em brasilia totalmente irresponsavel, essa doença exige muito cuidado, não acredita, assista ao documentario da TV Cultura no Youtube, Epicentro 24 Horas em Whuan, e façam uma comparação com a estrutura hospitalar que temos em Cuiabá, vocês irão mudar de idéia na hora sobre esse Virus, acorda prefeito tem que manter a população isolada sim, o senhor vai ser o responsável por milhares de mortes.

  • Revoltado
    24 Mar 2020 às 20:12

    Vai afrouxar? Oficina mecânica, para consertar os carros dos profissionais da saúde? Não é o transporte coletivo? Daqui a pouco vai liberar lojas de roupa para os profissionais da saúde poderem se vestir. PARA TUDO E ZÉ FINI.

Sitevip Internet