Olhar Direto

Terça-feira, 07 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Infectologista descarta coronavírus em idoso morto com problemas respiratórios

Da Redação - José Lucas Salvani

25 Mar 2020 - 16:10

Foto: Reprodução

Infectologista descarta coronavírus em idoso morto com problemas respiratórios
Um idoso, de 67 anos, faleceu nesta quarta-feira (25) com suspeita de coronavírus em Rondonópolis (a 214 km de Cuiabá). Conforme declara no óbito, a causa da morte foi apontada como insuficiência respiratória aguda, pneumonia. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde do município ao Olhar Direto. Todavia, a Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio de nota, informou que um médico infectologista do hospital já descartou a possibilidade de ser coronavírus.
 
Leia mais:
Credenciamento de laboratórios e mudanças no sistema de notificação devem acelerar confirmações de coronavírus em MT

Conforme informações da Secretaria, o idoso, que é morador da zona rural, já estava na lista do município de pacientes sob suspeita de infecção pelo COVID-19 desde a última segunda-feira (23). Nesta data, o paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com quadro de insuficiência respiratória.

Seu quadro foi estabilizado ainda na UPA, mas foi transferido para o Hospital Regional de Rondonópolis, onde faleceu. O Hospital, inclusive, já notificou à Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde e a UPA também colheu material genético do idoso para o teste de COVID-19. O material será encaminhado ao Laboratório Central do Estado de Mato Grosso (Lacen-MT) e o resultado deve sair nos próximos dias.

Apesar das informações repassadas pela Secretaria Municipal, a Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio de uma nota, afirmou que o idoso não estava na lista dos suspeitos. Em nota, a SES ainda informa que um médico infectologista do hospital já descartou a possibilidade de ter morrido pelo novo coronavírus, mas que ainda será feito o teste.

Confira a nota da Secretaria Municipal na íntegra:

Hospital Regional notifica à Vigilância Epidemiológica á falecimento de paciente que estava na lista de suspeitos de coronavírus em Rondonópolis

Foi confirmado na tarde desta quarta-feira (25) o falecimento em Rondonópolis de um paciente que estava com suspeita de infecção pelo novo coronavírus, Convid-19.  A notificação foi feita pelo Hospital Regional de Rondonópolis (HRR) à Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. Conforme declaração de óbito, a causa da morte foi insuficiência respiratória aguda, pneumonia. 

Morador da zona rural de Rondonópolis, o idoso de 67 anos fazia parte da lista do município de pacientes sob suspeita de infecção pelo novo coronavírus, desde segunda (23), quando deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com quadro de insuficiência respiratória.

Após estabilização na UPA, ele foi transferido para o Hospital Regional de Rondonópolis (HRR). A equipe médica da UPA recolheu material genético do idoso para teste da Covid-19, para ser encaminhado ao Laboratório Central (Lacen).


Confira a nota da SES na íntegra:

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) esclarece que o referido paciente deu entrada na UPA do município de Rondonópolis, local onde foi coletado material biológico para exames. Após a coleta, o paciente foi transferido para o Hospital Regional localizado neste município.

Na unidade, ele recebeu os atendimentos necessários ao seu quadro de saúde. Ao analisar o quadro clínico do paciente, o médico infectologista do hospital descartou a possibilidade de ser um caso suspeito de coronavírus e concedeu outro diagnóstico. Ainda assim, para o esclarecimento dos fatos, o Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) testará a amostra do paciente para COVID-19.

A SES ressalta que o paciente não era um dos 27 casos notificados ao Estado como suspeitos de coronavírus na cidade. Todas as atualizações relativas ao coronavírus em Mato Grosso ocorrem de segunda a sexta-feira, às 17h, por meio do site da SES-MT e de coletiva online de imprensa concedida pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, na redes sociais do Governo do Estado.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Carlos
    26 Mar 2020 às 09:29

    Gente peloamordedeus o médico disse que ele já tinha problemas respiratorios.

  • VINICIUS
    26 Mar 2020 às 08:46

    Queria saber como o médico descartou o vírus, sem ter feito o teste em laboratório. Isso é Obvio que está sendo encoberto.

  • Moacir
    25 Mar 2020 às 21:00

    Pelo que entendo, quem deve descartar é o exame. Imagina agora médico confirmar ou descartar o vírus, sem exames.

  • Ggm
    25 Mar 2020 às 19:04

    Matéria confusa, fala que foi descartado covid 19 depois fala que o teste do vai ficar pronto semana que vem. Quem gente mais?

  • Alberto
    25 Mar 2020 às 16:39

    Ou os hospitais não estão preparados para diagnosticar a doença ou estão omitindo informação

  • Joãozinho
    25 Mar 2020 às 16:27

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet