Olhar Direto

Notícias / Cidades

Polícia investiga motivação de chacina e considera que seria por drogas

Da Redação - Vinicius Mendes

29 Mar 2020 - 14:25

Foto: Lucas Notícias / Reprodução

Polícia investiga motivação de chacina e considera que seria por drogas
A Polícia Civil ainda está investigando a motivação dos criminosos que assassinaram quatro pessoas na noite de sexta-feira (27) em Lucas do Rio Verde. Uma das hipóteses é de que o crime foi motivado por drogas. No local onde as vítimas foram mortas a polícia encontrou porções embaladas de ecstasy e maconha. Também está sendo apurado se apenas um dos jovens era o alvo dos bandidos.

Leia mais:
Polícia confirma identidade de vítimas de chacina em Lucas do Rio Verde

Diego Luiz Jantsche,30 anos, Daniel Oliveira Gonçalves, de 22 anos, Ricardo Junior Campos José, 23 anos e Iago Vitor, de 22 anos foram mortos a tiros, por dois homens, em uma residência em Lucas do Rio Verde. Um dos suspeitos, um adolescente, foi apreendido momentos depois e relatou que quatro pessoas participaram do crime.

Em entrevista coletiva o tenente Peixoto, da Polícia Militar, e o investigador Wlademir Mesquita, da Polícia Civil, repassaram as primeiras informações sobre a investigação. Segundo eles, quando o adolescente foi encontrado ele aparentava estar sob efeito de entorpecentes. 

Depois de um tempo, mais consciente, ele teria confessado que participou do crime juntamente com outras três pessoas. Duas entraram e atiraram nos quatro jovens enquanto dois ficaram do lado de fora dando apoio.

Com os relatos do adolescente a polícia foi até o local onde estavam dois dos suspeitos, vulgo "Carioca" e "Piauí". No local eles encontraram um Gol prata, que teria sido utilizado no crime, e um revólver calibre 38, com seis munições intactas.

Uma das hipóteses investigadas pela polícia é que o crime foi motivado por drogas. A princípio eles consideram que apenas uma das vítimas, a que morava no local, seria alvo dos criminosos. Os outros estavam "no local errado, na hora errada", segundo os policiais. 

Outras pessoas também estavam na residência, no bairro Parque das Araras, no momento do crime, mas teriam corrido. A polícia acredita que se não tivessem fugido possivelmente teriam sido assassinadas também.

Uma das vítimas era moradora de Sorriso e foi a Lucas do Rio Verde visitar a namorada. Ele teria ido até a casa a convite de uma amiga de sua namorada. No local da chacina a polícia encontrou porções lacradas de ecstasy e maconha.

O dono da residência, uma das vítimas, morava há pouco tempo no local. A polícia apurou que ele se separou da mulher há pouco tempo e ainda não tinha conseguido mobiliar a casa. A PM também informou que horas antes do crime receberam uma denúncia de que dois homens foram avistados saindo de um Gol prata em posse de arma de fogo. O veículo não foi localizado naquele momento. Um suspeito ainda é procurado.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jean
    31 Mar 2020 às 10:44

    João, pelo seu comentário, todo bandido é bom visto quando visto pela família.

  • João
    30 Mar 2020 às 10:34

    Aos comentários acima, cuidem dos seus filhos(as)/sobrinhos(as)/netos(as) poderiam ter sido eles! Vocês sabem onde seus entes andam ? o que fazem? e o que usam? antes de comentar sobre o que não sabe tente olhar dentro de casa/familia antes!

  • Jose
    29 Mar 2020 às 21:09

    So anjinhos..04 cpf baixados

  • Marcinho
    29 Mar 2020 às 17:48

    É...tudo errado nessa hora,lugar e pessoas....

  • Paolo
    29 Mar 2020 às 17:10

    Só gente boa.