Olhar Direto

Quinta-feira, 28 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Botelho diz que Assembleia não tem como abrir mão do duodécimo para ajudar governo

Da Redação - Max Aguiar

03 Abr 2020 - 16:10

Foto: Rogério Florentino - Olhar Direto

Botelho diz que Assembleia não tem como abrir mão do duodécimo para ajudar governo
Mesmo sob momento de pandemia, economia de gastos e repasses para o tratamento das vítimas com Covid-19, a Assembleia Legislativa não abre mão de receber o duódecimo do Governo. Segundo o presidente Eduardo Botelho (DEM), essa possibilidade não está nem cogitada. O valor repassado ao Poder legislativo é de R$ 506 milhões por ano. 

Leia mais:
Otimista, secretário de Saúde espera que "calor acolhedor de MT espante de vez o coronavírus"

"Se deixar de receber o duodécimo, nós vamos ter que fechar as portas. E isso aqui é um Poder do Estado, não tem como abrir mão desse valor. Mas, tudo isso ainda vai ser conversado. Vamos sentar com o governador e ver como vai ficar essa situação devido a pandemia", disse o deputado Eduardo Botelho ao Olhar Direto

Para o presidente, o momento é para se pensar em como recuperar a economia do estado e do Brasil, tendo em vista que o combate ao coronavírus fez cair mais de 30% de toda arrecadação. 

"A economia do estado vai cair 30%. A arrecadação vai apresentar queda no caixa a partir desse mês de abril. O Governo vai ter grandes problemas, mas com certeza vamos buscar um jeito de ajudar. Se pensar num todo, o Brasil está com a economia estraçalhada e o estado não fica atrás. Por isso não adianta pensar em futurologia. É cada dia com sua agonia para que o governador possa trabalhar e achar uma possibilidade de melhorar isso", comentou o presidente. 

Por conta desse momento, foi questionado ao deputado se era necessário a Assembleia aprovar um empréstimo de R$ 550 milhões para construção de pontes em pequenas e grandes cidades do estado. Botelho disse que sim, pois é uma necessidade que não se tem como deixar para depois. 

"É uma possibilidade que temos. Se podemos fazer empréstimos, vamos fazer. Essas cidades que serão beneficiadas precisam desse aporte. Será um trabalho em parceira, Estado e municípios. Serão sete anos para pagar e dois anos e dois anos de carência. Por isso, acho válido sim", comentou. 

Vale ressaltar que a Assembleia Legislativa irá destinar cerca de R$ 30 milhões para o Palácio Paiaguás, para que o governador Mauro Mendes possa usar esse dinheiro em benefício da Saúde Pública e nos pacientes do Covid-19. Destes, R$ 10 milhões estão sendo usados na construção dos novos 200 leitos do Hospital Metropolitano de Várzea Grande. 

Além disso, os deputados também aprovaram em sessões on-line, o Decreto de Calamidade Pública, que autoriza o Executivo a fazer despesas que não estavam previstas no orçamento.

47 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Robson
    06 Abr 2020 às 16:49

    Lembrando que governos não geram riquezas,ou seja, esse dinheiro é da população, quem sabe um dia o povo aprende que esses políticos são nosso funcionários.

  • Ilma
    06 Abr 2020 às 12:11

    Continua votando desses politicos profissionais...estão na casa a décadas e quando eles saiem deixa os filhotes...e o povo continua votando nessa corja!!

  • Ilma Candida
    06 Abr 2020 às 12:08

    Bando de carniceiros.

  • Michele
    04 Abr 2020 às 06:51

    Não se trata de ajudar o governo. Se trata de ajudar a população!!!! Não se trata de fechar. Se trata de reduzir as mordomias!!! Ah, melhor ficar fechada, do que faltar dinheiro pro governo salvar vidas...

  • Edmilson rosa
    03 Abr 2020 às 23:09

    Lembre disso quando vcs sentirem fome ai ele vão levar uma cesta básica pronto...votei neles.

  • Adriana
    03 Abr 2020 às 22:42

    O sonho do matogrossense é que essa casa feche mesmo. Inútil. Só despesa para o Estado.

  • Jose
    03 Abr 2020 às 22:31

    Fechar as portas e fazer uma devassa nessa classe retroativo uns 40 anos, não sobra nenhum, que sonho bom minha gente, ficar livre dessa corja.

  • Cuiabano
    03 Abr 2020 às 22:30

    Mais uma vez esse deputado e sua corja só pensam em enriquecer e a população que se foda, nenhum momento aceitam reduzir as verbas que são emboladas com desculpas esfarrapadas de utilização em seus serviços. Bando de salafrários.

  • Rivinha
    03 Abr 2020 às 21:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Dudu
    03 Abr 2020 às 21:39

    Não vejo a hora de fechar tudo, câmaras, assembléias, congressos e etc......militar no comando já!!! Quem não deve não teme!!

Sitevip Internet