Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de maio de 2020

Notícias / Cidades

Aumenta para 60 casos de Covid-19 confirmados em Mato Grosso; 358 têm problemas respiratórios graves

Da Redação - Arthur Santos da Silva

04 Abr 2020 - 17:58

Foto: Reprodução

Aumenta para 60 casos de Covid-19 confirmados em Mato Grosso; 358 têm problemas respiratórios graves
Mato Grosso tem 60 pessoas confirmadas com Covid-19, segundo a Secretaria de Saúde (SES), e há 358 casos notificados como síndrome respiratória aguda grave. Os números foram atualizados durante a tarde desta sábado (4). O balanço de mortes em consequência do novo coronavírus segue em uma vítima. Até a sexta, eram apenas 44 confirmações.

Leia também 
Prefeito vê relaxamento contra Covid-19 e dá bronca: 'todos tem que fazer sua parte'


Os casos confirmados estão em Cuiabá (37), Rondonópolis (6), Nova Monte Verde (1), Tangará da Serra (4), Sinop (3), Lucas do Rio Verde (1), Nova Mutum (1), Chapada dos Guimarães (1), Campo Novo do Parecis (1), Alta Floresta (1) e Várzea Grande (4).

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. 

Dos 60 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 47 estão em isolamento domiciliar (sendo nove casos recuperados) e 13 estão hospitalizados, sendo 10 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e três em enfermarias/isolamento.

De acordo com com o Ministério da Saúde, o número de infectados no Brasil, no momento, é de 10.278. O número de mortes é de 432. O estado de São Paulo lidera tanto em número de casos (4.466) quanto em mortes (260).
 
Segundo a Agência Brasil, Com esses números, o país ocupa a 16º lugar em casos da doença, o 14º lugar em óbitos e o 8º lugar em letalidade. Segundo o secretário executivo do ministério da Saúde, João Gabbardo, a dinâmica da doença no Brasil está “abaixo da curva de crescimento da Espanha, Itália e Estados Unidos, a partir do centésimo caso.” Em todo mundo já foram registrados mais de 1,18 milhão de casos e mais de 64 mil mortes.

No Brasil, nas últimas 24 horas foram notificados 1.222 casos - aumento de 13% em relação à sexta-feira (3). O incremento do número neste dia é o maior desde o início da coleta de dados do ministério da Saúde. O mesmo ocorre no número de óbitos: um incremento de 72 mortes, 20% em relação ao total de ontem (359).

A incidência medida do novo coronavírus no Brasil é de 4,9 casos a cada grupo de 100 mil habitantes. A proporção varia conforme o estado, e é superior no Distrito Federal (14,9 casos), seguido por São Paulo (9,6), Ceará (7,9), Amazonas (7,4), Rio de Janeiro (7,2), Rio Grande do Norte (6), Roraima (5,9) e Acre (5,1).

Os óbitos afligem mais os homens (57,6%) do que as mulheres (42,4%), de acordo com total de mortes apuradas até ontem. Oito de cada dez óbitos ocorreram com pessoas com mais de 60 anos. A mesma proporção de pessoas que faleceram apresentava pelo menos um fator de risco de morte como cardiopatias, diabetes, problema nos pulmões e doenças neurológicas.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Silvano
    06 Abr 2020 às 15:26

    Gente, vamos dar uma força para os professores contratados, quem puder ajude, eles estão sem dinheiro desde janeiro e o governador debochou deles na ultima semana falando que não vai contratá-los. Conheço prof que já estão passando fome mesmo... ninguém ajuda e nem a mídia vai atrás pra saber disso

  • Anônimo
    05 Abr 2020 às 10:40

    O brasileiro tem um sério problema com a língua portuguesa, principalmente com a interpretação de texto, será que os analfabeto que estão questionando os números não entenderam que os 358 ou não fizeram os exames ou ainda não obtiveram resultado dos exames!!!?? Outra coisa que os analfabetos TB tem que entender é que Nem toda insuficiência respiratória aguda se trata de covid-19!!

  • Carlos Alberto
    05 Abr 2020 às 09:37

    Simples, 60 casos confirmado com exame laboratórial. Os 358 com sintomas e aguardando exames. Kk

  • Carlos Alberto
    05 Abr 2020 às 09:37

    Simples, 60 casos confirmado com exame laboratórial. Os 358 com sintomas e aguardando exames. Kk

  • Patrícia
    05 Abr 2020 às 06:19

    Não entendi o título da matéria, se tem 60 casos confirmados como pode haver 358 com problemas respiratórios?

  • Márcio
    04 Abr 2020 às 23:37

    Como assim 60 casos confirmados e 358 com problemas respiratórios? Alguém fugiu da aula de.matematica ai, ou esta descaradamente tentando forçar uma pauta tendenciosa? Detalhe, não localizei esse numero reportado no texto. Por favor Sr.Arthur, corrige isso!

  • Alfredo da Silva Pinto
    04 Abr 2020 às 21:40

    Sr Jornalista Arthur Santos da Silva, se em Mato Grosso são 60 casos confirmados de Covid19...de onde saiu o numero de 358 que tem problemas respiratorios graves? Que matemática o Sr. utiliza?

  • Vando
    04 Abr 2020 às 21:00

    Com a palavra os robôs! !

Sitevip Internet