Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Prefeito corta próprio salário, do vice e de secretários para prorrogar contratos da Educação

Da Redação - Érika Oliveira

07 Abr 2020 - 17:13

Foto: Assessoria

Prefeito corta próprio salário, do vice e de secretários para prorrogar contratos da Educação
O prefeito Diamantino (200km de Cuiabá), Eduardo Capistrano (PDT), anunciou que irá renunciar o próprio salário pelos próximos 60 dias como medida para garantir o contrato de 130 profissionais da Educação, cujo vínculo empregatício deveria ser suspenso nesta quarta-feira (08). O valor da economia será de R$ 136 mil no período, valor correspondente a aproximadamente um mês da folha gasta com os profissionais. 

Leia mais: 
Assembleia propõe TAC ou criação de “voucher” para socorrer interinos da Educação 

“Ninguém estava esperando uma tragédia tão grande como a epidemia do Coronavírus. Além de garantir que estas pessoas mantêm uma renda fixa, mesmo com as aulas suspensas, também proporcionamos a chance de eles permanecerem aptos para continuarem nos cargos, uma vez que, quando tudo voltar ao normal, poderão ter as vagas do processo seletivo garantidas com a prorrogação do prazo”, defendeu Capistrano. 

Além do prefeito, também abrirão mão dos seus salários pelos próximos dois meses, o vice-prefeito, Claudimar Barbacovi (PSDB), e os secretários municipais Claudinei Espinola (PATO), Sandro Ferreira, Ederbaldo Alves Teixeira (Badu) e Wilma Mamprini Capistrano de Oliveira. 

Os servidores contemplados com a iniciativa dos gestores haviam ingressado em seus respectivos cargos através de processo seletivo. Os contratos tinham validade de um ano, podendo ser prorrogados por mais um ano. Neste caso, caberia ao chefe do Poder Executivo a livre escolha de prorrogar ou não o prazo da obrigação contratual. 

A medida foi comunicada aos profissionais durante reunião realizada na última segunda-feira (06), no auditório da Secretaria Municipal de Educação. Na ocasião, o prefeito informou, ainda, que para garantir os profissionais nos cargos e assegurar por mais um tempo o contrato os salários que são pagos a eles serão reduzidos em 50%.  
 

 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Chico Bento
    08 Abr 2020 às 09:23

    Não parabenizo ninguém por ações assim, mas reconheço a dignidade e postura do prefeito por esta decisão.

  • Sergio Donizeti Nunes
    08 Abr 2020 às 08:03

    A nova geração que orgulha e nos da esperança. Parabéns Eduardo e equipe .

  • Juscelino Alves Ferreira
    07 Abr 2020 às 19:14

    Eu tbm quero quero parabenizar vc prefeito! Que outros parem e reflitam sobre essa sua atitude!

  • Suzana
    07 Abr 2020 às 18:56

    Parabéns ao prefeito, o governador podia tbm ceder e fazer contrato com os professores do Estado. Eu estou doente e sem dinheiro, dependendo de doações. As contas só acumulam e eu não sei mais o que fazer

  • Gabriel
    07 Abr 2020 às 18:02

    Atitude louvável em meio a tanta sujeira e mesquinhez no meio político. Que mais gestores pensem assim! Parabéns!

  • Silva
    07 Abr 2020 às 17:55

    Governador siga esse EXEMPLO isso sim é um administrador meus sinceros parabéns prefeito.

Sitevip Internet