Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Cidades

Projeção aponta que MT pode chegar a 70 mil casos de coronavírus até agosto; UTIs 'esgotadas' em junho

Da Redação - Wesley Santiago

19 Mai 2020 - 08:46

Foto: Reprodução/Ilustração

Projeção aponta que MT pode chegar a 70 mil casos de coronavírus até agosto; UTIs 'esgotadas' em junho
Nova projeção feita pelo médico sanitarista e deputado estadual, Lúdio Cabral (PT), aponta que Mato Grosso poderá chegar a 70 mil casos confirmados do novo coronavírus até agosto deste ano. A estimativa foi feita através do crescimento do número de casos da doença registrados na última semana epidemiológica, entre 10 e 16 de maio. Além disto, a projeção aponta 100% de ocupação dos leitos em 24 de junho.

Leia mais:
Mato Grosso já contabiliza 30 mortes e se aproxima de mil casos confirmados de coronavírus

Os dados foram apresentados nessa segunda-feira (18), na reunião da comissão especial que discute quando será o retorno às aulas em Mato Grosso. Lúdio alertou que é preciso manter o isolamento social.

Na semana passada, Lúdio havia projetado 1,5 mil casos de covid-19 no dia 1º de junho, mais de 6,5 mil casos em 1º de julho e quase 30 mil casos em 1º de agosto. As novas projeções apontam para 2,1 mil casos em 1º de junho, quase 12 mil casos em 1º de julho e mais de 70 mil casos em 1º de agosto.

“Houve uma aceleração na taxa de crescimento, que era de 33% por semana e chegou a 41% na semana passada. Isso é reflexo do relaxamento das medidas de isolamento social, que começaram a ser afrouxadas no dia 27 de abril. Qualquer alteração nessas taxas causa uma diferença muito grande na progressão da pandemia, de modo que a projeção do número de casos para o futuro aumentou bastante em relação à projeção que fizemos na semana passada”, explicou Lúdio na apresentação dos dados.

“Esse dado assusta, mas considera a taxa de crescimento médio diário da última semana epidemiológica. É essa taxa que dá essa diferença enorme na curva. Se não houver mudança no comportamento social, na taxa de isolamento e na taxa média de crescimento do número de casos, é isso que nos espera em 1º de agosto: 70 mil casos de covid-19 em Mato Grosso”, alertou Lúdio.

Com as novas taxas de avanço da pandemia e com os novos leitos anunciados pelo estado, Lúdio Cabral prevê que todos os 235 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso estejam ocupados no final de junho. “A previsão é chegar a 100% de ocupação dos leitos em 24 de junho. Na projeção anterior, isso aconteceria em 15 de maio”, disse.

Outro dado que preocupa Lúdio é a quantidade de casos por milhão de habitantes. “A taxa por milhão de habitantes em Mato Grosso já é superior à taxa por milhão de habitantes do Brasil. No dia 58, são 245 casos de covid-19 por milhão de habitantes em Mato Grosso, e foram 234 no Brasil”, observou.

20 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ROSINO BOMFIM
    19 Mai 2020 às 16:20

    pt.. NÃO TEM CREDIBILIDADE ALGUMA.

  • THIAGO LUIS
    19 Mai 2020 às 13:28

    é para se alarmar e se desesperar sim, a próxima vítima da COVID pode ser você, não pensem que cuiabá não será atingida, o pior realmente está por vir, para aqueles que não acreditam continue saindo de casa, espero que fiquem doente quem sabe muda a narrativa da gripizinha, obrigado Ludio do PT por defender o SUS e aqueles que não acreditam nos fatos, é uma pena nem toda a humanidade vai compreender a doença mas mesmo assim temos que defende-las.

  • Daniel
    19 Mai 2020 às 11:36

    Que bom que os colegas comentarias vivem num mundo do whatsapp deles que chama qualquer dado, projeção e estatística de "alarmista". Não é política, é matemática. O problema do Covid19 não é de saúde, é de educação mesmo.

  • Jorge1
    19 Mai 2020 às 11:28

    Dr Lúdio, o senhor não deve desconstruir tudo o que já foi feito. Sua estimativa não é correta, nem deve ser apresentada dessa forma alarmista, principalmente pelo senhor ser um médico, o povo acredita e se desespera.

  • Abelhudo Falastrão
    19 Mai 2020 às 10:38

    Se tivesse investido enquanto a Petralhada estava no poder não teria tanto caos na saúde atualmente. Quer falar em projeções e mas e as desprojeções que vcs fizeram com o país?

  • Zeca
    19 Mai 2020 às 10:33

    Nossa que matéria mais indecente! Logo quem, um cara que se formou em medicina, e virou político no dia seguinte ainda mai do PT! Quem vai acreditar num energúmeno como ele?

  • Juliano
    19 Mai 2020 às 10:23

    Parece notítica de 1° de abril,esse Lúdio deve estar com algum problema mental pra fazer uma projeção dessa!

  • Observo
    19 Mai 2020 às 10:20

    Blá blá blá blá. Todos sabem que estão inflando as mortes e casos de covid. Morreu testou positivo, foi por corona vírus. Gripou é corona vírus.

  • Carlos
    19 Mai 2020 às 10:14

    Depender de deputado do PT, adepto do "quanto pior melhor", voltaremos as aulas em 2021 e olhe lá. Enquanto isso professores, zeladoras, monitores já podem procurar outro emprego porque essas escolas particulares vão falir, junto com outros milhares de trabalhadores e empresários. Lamentável a escolha da comissão de ouvir alguém que não merece confiança.

  • Contribuinte
    19 Mai 2020 às 10:09

    Em 60 dias temos 1.500 casos. Difícil entender essa estatística. Teria que ter um aumento de aproximadamente 5000%.

Sitevip Internet