Olhar Direto

Sexta-feira, 29 de maio de 2020

Notícias / Política MT

“A impressão que dá é que o ministro não saiu, ele sequer chegou”, diz Figueiredo sobre Teich

Da Redação - Isabela Mercuri

21 Mai 2020 - 17:48

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

“A impressão que dá é que o ministro não saiu, ele sequer chegou”, diz Figueiredo sobre Teich
O secretário de Estado de saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, lamentou a baixa resolutividade do agora ex-ministro de saúde Nelson Teich. Segundo Gilberto, a impressão que deu foi de que “o ministro não saiu, ele sequer chegou”.

Leia também:
Nora e sogra morrem de Covid-19 em intervalo de 24 horas em Cuiabá
 
Nelson Teich foi nomeado ministro da Saúde no dia 16 de abril, logo após a saída de Henrique Mandetta, e pediu demissão no dia 15 de abril, após sofrer pressão do presidente Jair Bolsonaro para incentivar o uso da cloroquina.
 
“Foram menos de 30 dias de gestão, a impressão que dá é que o ministro nao saiu, ele sequer chegou. Não houve tempo de ele constituir uma equipe”, lamentou Gilberto. “Ele fez reuniões com governadores e secretários e a corrente foi de que não houve nenhuma resolutividade clara. Nós torcemos para que o novo ministro consiga. Nós já estamos angustiados com a protelação das decisões tomadas, principalmente nas que nos ajudem na habilitação de leitos”, afirmou.
 
Ainda em relação ao uso da cloroquina, a qual a pressão ao uso levou à demissão de Nelson Teich, Gilberto afirmou que tem recebido pedidos nas redes sociais para que o Estado permita seu uso, e reafirmou que não há proibição nenhuma, mas que quem decide são os médicos que estão à frente do combate à pandemia. Até o momento, Mato Grosso já recebeu nove comprimidos do medicamento.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ezequias Vieira
    22 Mai 2020 às 09:21

    Material com erros grosseiros, confuso e inadequado!!.... Precisam rever seus controles de qualidade.....

  • cuiabano
    22 Mai 2020 às 07:47

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Pedro
    22 Mai 2020 às 07:44

    Larga de olhar no retrovisor Gilberto, dinheiro sobrando e vc ainda dizendo que o pico desta porcaria ainda nem começou no MT, deixa de falar besteria, vai ser o próximo a cair, gov, bota pra corre este secretario, só bla,bla,bla.

  • Joao
    22 Mai 2020 às 06:27

    Pelas notícias e entrevistas diárias dadas pelo Sr. Secretário de Saúde Estadual fica evidente que a sua gestão está baseada em críticas infundadas, infantilidade e vitimismo. Mostre as ações de enfrentamento que a pasta tem realizado e os números efetivos da saúde de forma geral, pois nem só de COVID vive o sistema de saúde do estado. Tem que pedalar muito para ser candidato a prefeito, por enquanto, nota 2.

  • parasita
    22 Mai 2020 às 00:48

    Enquanto isso, o secretário toca uma obra de reforma na secretaria de saúde, provocando grande aglomeração de gente. E guardando várias ambulâncias novas para serem distribuidas assim que definirem a data das eleições municipais para poder fazer a sua campanha. E os servidores da secretaria de saúde impedidos de tirarem férias ou licença. Na mídia fala uma coisa, na secretaria ordena outra coisa. Só faz de de conta.

  • Luiz Imperial
    21 Mai 2020 às 21:40

    Recebeu milhões do Governo Federal, tem autonomia, e ainda quer que o ministro venha fazer o serviço dele.

  • Cláudia Musa Muller Muller
    21 Mai 2020 às 21:24

    Olha quem fala o cara que não fez nada.

  • De olho
    21 Mai 2020 às 20:07

    se agisse mais e falasse menos teria razão esse secretario de conversação do estado

  • Presidente XXXVIII
    21 Mai 2020 às 19:21

    Faz alguma coisa boa Gilberto, larga de culpar os outros.

  • Toniel
    21 Mai 2020 às 18:29

    Quer mais o que? dinheiro liberado, STF, determinou que organização da saúde deve ser dos Estados e Municípios.