Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Política MT

MT precisa de R$ 3,8 bilhões para concluir mais de 3,7 mil obras inacabadas, aponta TCE

Da Redação - Érika Oliveira

19 Mai 2020 - 16:10

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

MT precisa de R$ 3,8 bilhões para concluir mais de 3,7 mil obras inacabadas, aponta TCE
Um levantamento realizado pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE- MT) apontou a existência de mais de 3,7 mil obras paralisadas no Estado, sob a responsabilidade do Governo do Estadual e de mais 139 prefeituras. Conforme o órgão, para a conclusão das obras seriam necessários mais R$ 3,8 bilhões, além dos R$ 5,4 bilhões que já foram gastos.
 
Leia mais:
Mato Grosso recebeu dez leitos de UTI do Ministério da Saúde, mas sem nenhum respirador
 
Relatado pelo conselheiro João Batista de Camargo Júnior, o levantamento buscou analisar as obras paralisadas no Estado, conforme objetivo definido no Plano Anual de Fiscalização para o exercício de 2019.
 
De acordo com o conselheiro, com esse levantamento foi possível concluir que os gestores não têm observado sua disposição legal, uma vez que, a cada novo exercício, novos projetos de investimento são iniciados, enquanto os antigos permanecem paralisados e não são concluídos.
 
"Nesse sentido, mostra-se indubitavelmente necessária a comunicação aos Poderes Legislativos correspondentes, a fim de que realizem fiscalização de cada jurisdicionado e impeçam o início de novos projetos ou, se for o caso, responsabilizem os que deram causa ao descumprimento legal", sustentou o relator.
 
O TCE-MT determinou o encaminhamento do relatório técnico do levantamento, para que sejam identificadas as causas e promovidas ações que viabilizem a retomada das obras paralisadas, aos prefeitos, presidentes dos Poderes Legislativos Municipais, ao governador do Estado, aos secretários de Estado de Infraestrutura e Logística, de Educação, de Saúde e de Segurança Pública, à Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), ao presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e, por sugestão do Ministério Público de Contas (MPC), à Rede de Controle do Estado.
 
O presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, sugeriu que a Corte de Contas faça uma ampla discussão sobre uma responsabilização específica aos gestores que não tomarem providências quanto a obras paralisadas.
 
"Esses levantamentos necessitam de desdobramento, precisamos ir além e avaliar a possibilidade de que municípios que não tomarem providências quanto às obras paradas tenham as contas reprovadas, por exemplo". Ficou definido que o assunto será debatido em reunião do colegiado.
 
 
 
 
 

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Rosemil Santana Botelho
    20 Mai 2020 às 09:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Magma
    20 Mai 2020 às 09:26

    O TTCCEE calculou mal, tem que ser uns 10 Bi, aqui em Mt, não ha dinheiro que dê! Olha o VLT, os Cots esportivos, OLHA O MORRO DA LUZ, os pueira zeros, OLHA O CORGO OITO DE ABRIL! A gora, "pasmem" estão utilizando "corona vírus", ! Dólar a 6, o Brasil, ja mudou, não é mas nosso!

  • luiz otavio
    20 Mai 2020 às 05:48

    irritante essa inutilidade do TCE ,órgão incompetente e caro para a sociedade ,deve ser extinto

  • JD MOSSORÓ
    20 Mai 2020 às 00:26

    O PROBLEMA É O BAIRRO JARDIM MOSSORÓ QUE ATÉ HOJE NÃO FORAM LÁ TERMINAR O BENDITO DO ASFALTO, POR ISSO NADA ACONTECE

  • Critico
    19 Mai 2020 às 23:31

    AGUINALDO esse TCE agora sob a PRESIDENCIA do investigado MALUF é que vai desandar. MT tem de ninguém

  • Crítico
    19 Mai 2020 às 23:28

    Pra onde foi o dinheiro dessas obras? Tem que ser devolvidos pelos supostos CORRUPTO

  • Chico Bento
    19 Mai 2020 às 16:50

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • aguinaldo
    19 Mai 2020 às 16:47

    ESTRANHO, todas essas obras já passaram pelo TCE e foram aprovados o dinheiro até o fim da obra. Tipo o VLT o dinheiro dava só que não deu kkkkk. Mas o TCE não julgou ninguém. E AGORA É O PRIMEIRO A DAR O VALOR PARA ACABAR AS OBRAS. KKKKKKK ESTRANHO.

Sitevip Internet