Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Política MT

“Estou trabalhando mais de 12h por dia”, dispara Mendes a servidores que pedem fechamento de unidades

Da Redação - Érika Oliveira

20 Mai 2020 - 17:37

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

“Estou trabalhando mais de 12h por dia”, dispara Mendes a servidores que pedem fechamento de unidades
O governador Mauro Mendes (DEM) descartou o fechamento de unidades do Executivo que tiverem casos confirmados de Covid-19. Esta semana, o Centro Integrado de Assistência Psicossocial Adauto Botelho (Ciaps) perdeu uma servidora para a doença. A unidade teve 24 infectados, entre funcionários e pacientes.
 
Leia mais:
Secretário lamenta morte de enfermeira do Adauto Botelho por coronavírus; unidade tem 24 infectados
 
“Nós precisamos trabalhar, o Governo precisa trabalhar, precisa dar o exemplo também. Eu estou trabalhando mais de 12h por dia, quase todos os dias. Nós estamos fornecendo máscara, alcool, criamos uma escala, garantimos o home office pro grupo de risco. Agora, se a gente não trabalha compromete a arrecadação e sem arrecadação não tem salário, não tem remédio. Mas acho que a maioria [dos servidores] está dando o exemplo, estão de parabéns. Nós precisamos enfrentar essa doença, não adianta correr todo mundo pra casa”, declarou o governador, durante entrevista à Rádio Jovem Pan.
 
Nesta segunda-feira (18), uma servidora da Saúde fez um pequeno manifesto durante o velório da enfermeira Alessandra Barbara, 28ª vítima do coronavírus no Estado que trabalhava no Centro Integrado de Assistência Psicossocial Adauto Botelho (Ciaps).
 
O secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, que estava no local, garantiu que a unidade passou por desinfecção e que os profissionais e pacientes infectados foram colocados em isolamento. Foram confirmados casos de coronavírus na Unidade III do Ciaps, sendo 20 de servidores e 4 de pacientes. Grande parte dos casos foram sintomáticos leves ou assintomáticos, isto é, não manifestaram sintomas.
 
“Eu vi aí que porque teve um caso num órgão todo mundo tá querendo ir pra casa. Se for assim não vai ter ninguém trabalhando no hospital, ué?! O Hospital ta cheio de caso, nem por isso os médicos tão indo pra casa. Nao é porque teve um caso. Se alguém teve contato mais próximo a gente testa e isola”, pontuou o governador.

40 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Consciência de Classe
    21 Mai 2020 às 14:00

    Pelo. que sei o que se pede é teletrabalho e não ficar em casa sem fazer nada. Quem pode, deve ficar em casa e não se expor desnecessário porque o ressentido quer. Seja honesto e não jogue a população contra os servidores.

  • Adriana
    21 Mai 2020 às 13:22

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Moacir
    21 Mai 2020 às 13:19

    O senhor Zinho, poderia copiar exemplo de outros chefes do executivo e valorizar servidores do Estado. TJ, Al, TSE, TCE, todos estão valorizando vidas. E o senhorzinho? Ferro no lombo dos "seus" empregados.

  • Paolo
    21 Mai 2020 às 12:23

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • ILDO PEREIRA
    21 Mai 2020 às 12:09

    E facil, basta cortar ponto e libera o pessoal.

  • Dom Quixote de La Mancha
    21 Mai 2020 às 11:36

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Levi Cuiabano
    21 Mai 2020 às 11:01

    Governador falastrão! Coloca em risco a vida de servidores públicos, e o que é pior, coloca as pessoas que são desinformadas contra o funcionalismo público. Esses desinformados que não entendem nada de serviço público, não sabem diferenciar os poderes. Somente servidores do poder executivo (Segurança, Saúde, Educação, etc.) estão trabalhando. Os demais poderes, Judiciário e Legislativo, estão em quarentena ou fazem escalas. Informem-se!

  • Zé do sacão
    21 Mai 2020 às 10:17

    Caros servidores já podem voltar a trabalhar normalmente...e não se preocupem, vai ter saco pra todo mundo...ass: Zé do sacão.

  • Marcos
    21 Mai 2020 às 10:17

    Como servidor público da área da saúde do sistema penitenciário, só tenho a lamentar pela postura de algumas pessoas oportunistas que se aproveitam das tragédias para se beneficiarem ou mesmo para denegrir. Nós, os profissionais de saúde estamos na linha de frente o tempo todo, seja nas pandemias, seja no dia a dia. Agora mesmo estamos enfrentando, pela criação da Instituição Polícia Penal, uma "pandemia" do egoísmo, da arrogância e da soberba, na qual os próprios sindicatos da categoria de agentes penitenciários se voltam contra todos os outros servidores que não pertencem a esta categoria, na tentativa de "chutá-los" como se fossem lixo, para que permaneçam apenas como meros "penduricalhos", usando de artimanhas mirabolantes para retirar da Lei de criação das carreiras da Polícia Penal os profissionais de saúde, de educação, jurídico, da área social, psicológica e administrativa, sob a argumentação de que estes profissionais não correm risco de vida, ou qualquer outro perigo à sua integridade moral e física bem como a de sua família. Estes sindicatos fazem questão de fazer a sua interpretação da Constituição Federal, usando até mesmo o poder político para prejudicar as demais carreira em detrimento de uma única, a de agente penitenciário. Ou seja, há pessoas de todos os tipos

  • todeolho
    21 Mai 2020 às 10:10

    COLOCA OS COMISSIONADOS PARA RESOLVEREM OS PROBLEMAS, NÃO APROVOU O AUMENTO DOS DGAS, E DEPOIS DISSE QUE SÃO OS COMISSIONADOS QUEM TRABALHA, QUE ELES CARREGAM O FARDO? ENTÃO ESSE É O MOMENTO DELES CARREGAREM O FARDO, PORQUE OS DEMAIS SERVIDORES QUE NÃO TIVERAM O RGA PAGO NÃO SÃO NECESSÁRIOS NESTE MOMENTO....

Sitevip Internet