Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Prefeito cobra envio de testes rápidos e criação de canal direto com o Ministério da Saúde

Da Redação - Arthur Santos da Silva

20 Mai 2020 - 13:45

Foto: Reprodução

Prefeito cobra envio de testes rápidos e criação de canal direto com o Ministério da Saúde
Emanuel Pinheiro (MDB) participou nesta quarta-feira (20) de uma videoconferência com o ministro interino da Saúde, o general de divisão Eduardo Pazuello. O prefeito de Cuiabá pediu pela criação de uma linha direta para contato entre a capital e o Ministério, sem intermediários, e cobrou a disponibilização de testes rápidos. Segundo o chefe do Executivo Municipal, até o momento houve o repasse de apenas 4,5 mil testes rápidos.
 
Leia também 
Mauro Mendes é irresponsável e leviano ao dizer que Cuiabá não criou leitos, afirma Emanuel


“O assunto que abordei teve o apoio dos prefeitos das capitais: a necessidade de testagem em massa. Os testes rápidos a serem disponibilizados para as prefeituras para que possamos fazer o planejamento com mais eficiência do combate ao novo coronavírus”.
 
A testagem é uma das ferramentas mais importantes para desenhar o cenário de uma epidemia na população. No caso da pandemia do novo coronavírus, a Organização Mundial da Saúde recomenda que todos sejam testados, principalmente para encontrar e isolar os pacientes assintomáticos.
 
“Fazendo o teste rápido a partir, primeiramente, dos profissionais da saúde e depois da população por estimativa, teremos uma cenário mais seguro dos casos suspeitos e dos confirmados da covid-19 daqui para frente, podendo projetar ações mais eficazes, eficientes e objetivas”, explicou Emanuel.
 
O testes serviram como mais uma ferramenta para o prefeito provoca Mauro Mendes (DEM), governador de Mato Grosso. “Para que possam ter uma ideia, a Secretaria de Estado de Saúde repasso até agora para Cuiabá pouco mais de quatro 4,5 mil testes rápidos. Não dá nem para atender os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde”.

O ministro 

O ministro interino argumentou que está em fase final a criação de um plano estratégico e que, além disso, o Ministério da Saúde estuda a implantação de postos de triagens.

O representante do Governo Federal ressaltou ainda que o Ministério da Saúde está buscando construir uma relação de continuidade com os gestores municipais, facilitando os diálogos, debates e troca de ideias no enfrentamento ao coronavírus. 

“Com base nesse plano de massificação poderemos discutir sobre os testes rápidos. Nesse mesmo caminho, vamos conversar sobre os postos de triagem, que é a obrigatoriedade de passar em uma estrutura para checar a temperatura, saturação e outros fatores. Ao entrar na estação de trem ou ônibus, no condomínio, ou sair do bairro, o cidadão vai receber essa checagem e, se for identificado alguma suspeita, é encaminhado para um posto médico”, explicou o ministro. 
 
Casos em Cuiabá
 
Boletim divulgada na terça-feira (19) aponta que Cuiabá tem 309 casos confirmados de residentes no município e 78 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital.
 
Destes, 143 já estão recuperados da doença e houve 5 óbitos de residentes e 7 de não residentes. Na rede hospitalar há 48 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 31 na UTI e 17 em enfermaria. Também estão internados 34 pacientes com suspeita da doença, sendo 12 na UTI e 22 em enfermaria.
 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ceza
    20 Mai 2020 às 18:10

    Campo verde ordena retorno imediato doa servidores contrariando determinação do estado de Mato grosso contrariando as normas estabelecidas pelo ministério da saúde e os protocolos de segurança.

  • Moacir
    20 Mai 2020 às 15:48

    Neste caso concordo com o prefeito, na verdade teria que testar todos os que já apresentaram sintomas. Eu mesmo tenho grande desconfiança que a dois meses passei por este contágio. Mais de 10 sintomas, então para mim e todos os que já passaram seria muito bom estar livre deste medo de ser contagiado ou de contagiar outros e também se poderá haver um possível novo contágio

Sitevip Internet