Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Em live, presidente do Tribunal de Contas elogia gestão de Mauro Mendes na saúde

Da Redação - Max Aguiar

21 Mai 2020 - 11:54

Foto: Thiago Bergamasco - TCE-MT

Em live, presidente do Tribunal de Contas elogia gestão de Mauro Mendes na saúde
O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso, conselheiro Guilherme Maluf, fez grandes observações e elogios à gestão voltada à área da saúde no governo Mauro Mendes (DEM), comandada principalmente pelo secretário Gilberto Figueiredo. 

Leia mais:
Prevendo aumento de mortes, governo compra quase 11 mil sacos lacrados para vítimas de Covid-19 e outros

Segundo Maluf, o Estado ganha muito com a construção de um novo hospital referência à Covid-19 dentro do Hospital Metropolitano, com paredes isotérmitas e sem estrutura de "lata" ou de campanha, que após a passagem da pandemia seria destruída. 

"Parabéns secretário Gilberto. Parabéns governador Mauro Mendes. Mato Grosso ganha muito com a ação de vocês. Não temos hospital de lata nem de campanha. Temos um sistema moderno, temos uma unidade de luxo, limpo, arejado e com qualidade", disse Maluf durante live com secretário Gilberto. 

Além disso, Maluf disse que é de se ressaltar o enfrentamento feito pelo governador e pela Secretaria de Saúde, tendo em vista que o Tribunal de Contas está fiscalizando todos os atos e que são legais, mesmo em dias difíceis. 

"O momento é de difícil ação. Mas estamos fiscalizando e queremos parabenizar o enfrentamento e o jeito de trabalhar desse governo", comentou. 

Gilberto ainda completou dizendo que o quadro clínico do Hospital Metropolitano está completo e não é leito show room, onde se compra equipamentos mas não se pode usar. "Estamos completos e prontos para trabalhar. Fizemos a contratação de profissionais e equipamentos e temos compartimento para trabalho além do que temos por demanda. Estamos em negociação com prefeitos e semana que vem receberemos mais respiradores para colocar nos hospitais do interior", disse o secretário. 

Gilberto também disse que existe um trabalho fiscalizador com painel mostrando onde está cada paciente e quais condições. "Se chegar a 50% em atendimento, uma luz amarela acende. Vale lembrar que de um universo de pacientes, 20% vão pra assitencia médica, 15% vão precisar de enfermaria e 5% vão precisar de UTI. Então, temos tudo isso para monitorar", concluiu.  

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Manoel
    21 Mai 2020 às 14:21

    Tudo farinha do mesmo saco

  • Peraí!
    21 Mai 2020 às 14:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Luiz Otávio
    21 Mai 2020 às 12:43

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Nonpartisan
    21 Mai 2020 às 12:17

    Puxa saco!!!!!

Sitevip Internet