Olhar Direto

Segunda-feira, 03 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Mais de 800 mil mato-grossenses estão a mais de 4 horas de distância das UTI’s da Covid-19

Da Redação - Érika Oliveira

24 Mai 2020 - 08:15

Foto: Assessoria

Mais de 800 mil mato-grossenses estão a mais de 4 horas de distância das UTI’s da Covid-19
Um estudo intitulado "Regiões e Redes Covid-19: Acesso aos serviços de saúde e fluxo de deslocamento de pacientes em busca de internação", realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), demonstrou que 888 mil mato-grossenses estão até quatro horas de distância da unidade de saúde mais próxima com estrutura para receber casos graves da Covid-19. O Estado é o terceiro da lista, liderada pelos estados do Pará e do Amazonas. Os números representam 20% da população de cada estado.
 
Leia mais:
Mauro anuncia construção de mais 30 leitos exclusivos para a Covid-19 em Cáceres
 
Além dos habitantes dos estados citados acima, o estudo mostra que essa situação é a realidade de pelo menos 7,8 milhões de brasileiros, sendo que os habitantes das regiões de "Amazônia, norte do Mato Grosso, interior do Nordeste, norte de Minas Gerais, sul do Piauí e Maranhão", levam mais de quatro horas para conseguirem acesso ao sistema de saúde com Unidade de Terapia Intensiva (UTI), equipamentos e profissionais especializados.
 
Conforme o Governo do Estado, foram disponibilizados mais de mil leitos SUS exclusivos para a Covid-19, entre enfermarias e UTI’s, nos hospitais de todo o Estado. Eles estão localizados no Metropolitano, em Várzea Grande, na Santa Casa e no Hospital Universitário Júlio Müller, ambos em Cuiabá, e nas cidades de Barra do Garças, Juína, Rondonópolis, Tangará da Serra, Sinop, Alta Floresta, Confresa, Água Boa e Peixoto de Azevedo. Esta semana, foi anunciada ainda a criação de novos leitos no Hospital Regional de Cáceres.
 
Uma nota técnica, publicada junto ao estudo da Fiocruz, afirma que a necessidade de deslocamento para conseguir o atendimento médico é uma das principais questões do sistema de saúde brasileiro. "Um dos grandes problemas para a rede de saúde brasileira é a acessibilidade geográfica. O Brasil possui dimensões continentais e, por isso, algumas regiões mais remotas impõem à sua população o deslocamento de enormes distâncias para busca de atendimento", diz trecho da nota.
 
Neste sábado (23), Mato Groso confirmou mais duas mortes por Covid-19. No entanto, conforme a Secretaria de Saúde, somente 37 mortes são oficiais. Isto porque, as duas últimas mortes informadas - ambas de moradores da cidade de Pontes e Lacerda, ainda carecem de confirmação do exame que testa a presença do coronavírus no orgnismo das vítimas.

Até o momento, foram confirmados 1.363 casos da Covid-19 em Mato Grosso. 765 estão em isolamento domiciliar e 451 estão recuperados. Há ainda 110 pacientes hospitalizados, sendo 58 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 52 em enfermaria.
 
Os casos confirmados estão em Cuiabá (425), Várzea Grande (120), Rondonópolis (107), Primavera do Leste (63), Barra do Garças (62), Tangará da Serra (60), Lucas do Rio Verde (46), Confresa (35), Sinop (34), Sorriso (34), Rosário Oeste (33), Jaciara (25), Peixoto de Azevedo (21), Cáceres (19), Nova Mutum (18), Pontes e Lacerda (17), Querência (15), Alta Floresta (13), Mirassol D’Oeste (10), Tapurah (9), Campo Verde (8), Vila Rica (7), Jangada (7), Chapada dos Guimarães (7), Campo Novo do Parecis (7), Aripuanã (7), Alto Araguaia (7), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Sapezal (5), Pontal do Araguaia (5), Nova Ubiratã (5), Juína (5), Ribeirão Cascalheira (4), Matupá (4), Guarantã do Norte (4), Curvelândia (4), Rio Branco (3), Poconé (3), Nova Lacerda (3), Ipiranga do Norte (3), Nossa Senhora do Livramento (3), Ipiranga do Norte (3), Conquista  D’Oeste (3), Água Boa (3), Acorizal (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Santo Antônio de Leverger (2), Rondolândia (2), Poxoréo (2), Pedra Preta (2), Juscimeira (2), Jauru (2), Dom Aquino (2), Cotriguaçu (2), Colíder (2), Canarana (2), Bom Jesus do Araguaia (2), União do Sul (1), Terra Nova do Norte (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nobres (1), Marcelândia (1), Luciara (1), Lambari D’Oeste (1), Juara (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (28).
Nas últimas 24 horas, surgiram 92 novas confirmações em Alta Floresta (1), Aripuanã (2), Barra do Garças (1), Campo Novo do Parecis (4), Campo Verde (1), Colíder (1), Confresa (7), Cuiabá (25), Jaciara (1), Jauru (1), Juara (1), Lucas do Rio Verde (5), Marcelândia (1), Pedra Preta (1), Pontal do Araguaia (1), Primavera do Leste (7), Ribeirão Cascalheira (2), Rondonópolis (4), Rosário Oeste (2), Santo Antônio do Leverger (1), Tangará da Serra (12), Várzea Grande (6), Vila Rica (1) e municípios de outros estados (4).
 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Resposta ao delcio
    25 Mai 2020 às 00:31

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • DELCIO JANKE
    24 Mai 2020 às 09:18

    Nossa , que notícia impactante!!! #Corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro

Sitevip Internet