Olhar Direto

Terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

'Se estes são os líderes que o Brasil tem, estamos totalmente à deriva', diz deputada de MT sobre vídeo de Bolsonaro

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

22 Mai 2020 - 17:48

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

'Se estes são os líderes que o Brasil tem, estamos totalmente à deriva', diz deputada de MT sobre vídeo de Bolsonaro
Maior oposicionista do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) da bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, a deputada federal Rosa Neide (PT), foi uma das primeiras parlamentares do Estado a comentar e criticar o teor das conversas ocorridas na reunião ministerial do governo Bolsonaro, realizada no dia 22 de abril, divulgadas pelo ministro do Superior Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira (22).

Leia também
Ministro Celso de Mello derruba sigilo e divulga vídeo citado por Moro “quase” na íntegra


A parlamentar, que usou as redes sociais para comentar o assunto, repudiou a forma como os maiores líderes do país tratam os problemas da população e avaliou que o Brasil está naufragando.

“Se em uma reunião ministerial as tratativas são estas, se estes são os líderes que o Brasil tem, reconhecemos, a partir do vídeo divulgado pelo STF, que estamos totalmente à deriva. Se homens e mulheres democratas não se unirem, não teremos mais chances”, disse a deputada em sua conta no Twitter.

Servidora licenciada da secretaria de Educação de Mato Grosso, a parlamentar também criticou as falas do ministro da Educação Abrahan Weintraub, que chegou a dizer que não gosta do termo ‘povos indígenas’, durante a reunião.

“O ministro da Educação dizendo ‘odeio o termo povos indígenas’. Este é o momento para evidenciarmos a truculência deste governo violento. A ofensa revela o caráter e a mentalidade do agressor”, afirmou.

Nesta sexta-feira, o ministro do STF Celso de Mello divulgou a íntegra do vídeo da reunião ministerial do governo Bolsonaro de 22 de abril, que integra o inquérito que investiga suposta interferência do presidente da República na Polícia Federal.

O vídeo faz parte do inquérito que investiga uma suposta interferência de Bolsonaro na Polícia Federal, após denúncias feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, no dia em que ele se demitiu, no mês passado.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet