Olhar Direto

Quinta-feira, 02 de julho de 2020

Notícias / Cidades

Número de casos de Covid-19 se aproxima de 2 mil e mortes sobem para 47 em MT

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

27 Mai 2020 - 19:15

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Número de casos de Covid-19 se aproxima de 2 mil e mortes sobem para 47 em MT
Em todo o Estado de Mato Grosso, quatro novas mortes causadas pelo novo coronavírus foram registradas nas últimas 24 horas, chegando ao número de 47, assim como os casos confirmados da doença subiram em 168, de ontem para hoje, atingindo 1.909 pessoas.

Leia também
Técnico em comunicações de 42 anos é o oitavo paciente morto por coronavírus em VG


As últimas quatro mortes confirmadas, segundo o Governo do Estado, foram registradas nas cidades de Cuiabá, Alto Araguaia, Rondonópolis e Alta Floresta.

Já as 168 novas confirmações de pessoas infectadas foram notificadas em Acorizal (5), Alta Floresta (13), Alto Araguaia (1), Cáceres (1), Campo Verde (8), Canarana (1), Confresa (2), Cuiabá (49), Denise (1), Guiratinga (1), Ipiranga do Norte (1), Jaciara (4), Jangada (2), Juara (1), Juína (1), Lucas do Rio Verde (11), Mirassol D’Oeste (2), Nova Guarita (3), Nova Mutum (3), Nova Ubiratã (1), Pedra Preta (2), Pontes e Lacerda (3), Primavera do Leste (3), Rondonópolis (12), Rosário Oeste (1), São Pedro da Cipa (1), Sapezal (3), Sinop (7), Sorriso (8), Tangará da Serra (2), Várzea Grande (14) e municípios de outros estados (1).

O Governo também informou que dos 1.909 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.140 estão em isolamento domiciliar e 601 estão recuperados. Há ainda 121 pacientes hospitalizados, sendo 67 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 54 em enfermaria.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Winchester 44
    28 Mai 2020 às 08:07

    Não sei não, mas acho que em muitos casos tem médicos que não estão sabendo fazer os procedimentos correntos com o uso de medicamentos no momento certo, na dosagem certa e no uso paralelo à outros corretamente. Estão procurando seguir um padrão "certinho de agir" ao invés de usar o bom censo.

  • Damiao
    27 Mai 2020 às 19:46

    Vamos trabalhar e deixar o grupo de risco em quarentena!! Calamidades iram acontecer sem emprego conseguintemente sem dinheiro, quem iram criticar são funcionários públicos!!

Sitevip Internet