Olhar Direto

Notícias / Cidades

Sete morrem em 24 horas e casos confirmados ultrapassam 2 mil em MT

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

28 Mai 2020 - 18:17

Foto: Rogério Florentino/OD

Sete morrem em 24 horas e casos confirmados ultrapassam 2 mil em MT
Nas últimas 24 horas, sete óbitos por Covid-19 foram confirmados no Estado, chegando ao registro de 54 mortes. O número de casos confirmados subiu em 176 no mesmo período, alcançando a marca de 2.085, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, nesta quinta-feira (28).

Leia também
Mulher de 62 anos morre de Covid-19; quinto óbito registrado em Rondonópolis


As sete mortes, segundo a pasta, foram confirmadas nas cidades de Várzea Grande, Cuiabá, Alta Floresta, Jauru, Jangada e Rondonópolis.

Dos 2.085 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.273 estão em isolamento domiciliar e 624 estão recuperados. Há ainda 134 pacientes hospitalizados, sendo 69 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 65 em enfermaria.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (655), Várzea Grande (203), Rondonópolis (162), Tangará da Serra (98), Primavera do Leste (89), Barra do Garças (70), Lucas do Rio Verde (64), Confresa (64), Sorriso (59), Sinop (45), Rosário Oeste (38), Jaciara (36), Alta Floresta (36), Pontes e Lacerda (27), Nova Mutum (27), Peixoto de Azevedo (25), Cáceres (25), Campo Verde (24), Querência (15) e Nova Ubiratã (15).

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • alcogerçu
    29 Mai 2020 às 08:20

    isso ai galera, vamos fazer mais manifestos, acabar com esse negocio de isolamento, melhor morrer de covid do que de fome, países de primeiro mundo não tem essas frescuras, pq nos temos que ter? governo trabalhando para os comunas, só pode! vamos fazer o que nosso presidente diz!

  • Bugre
    29 Mai 2020 às 08:00

    O "bacana" e o "Socialista" que vivem a custa dos outros nunca conheceram o Brasil verdadeiro: “É inexorável que a doença vá se alastrar. Como pedir isolamento a uma família onde cinco dormem no mesmo cômodo?”, pergunta o médico. Segundo o estudo Sínteses dos Indicadores Sociais do IBGE, de 2019, 5,6% do conjunto da população e 14,5% da população abaixo da linha da pobreza dormem em cômodos com mais de três pessoas. Conforme critério do Banco Mundial, são considerados pobres pessoas que têm rendimento domiciliar per capita inferior a US$ 5,5 por dia, aproximadamente R$ 27,50. Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2020-03/populacao-pobre-tera-dificuldades-em-isolamento-afirma

  • Almeida
    29 Mai 2020 às 07:58

    Ainda não existe cura nem vacina, e é óbvio que o virus não está de férias no Brasil, ele chegou e vai ficar, vamos seguir a nova vida e bola pra frente, quem comentar que os empresários são gananciosos deve morar na lua ou ser o próprio empresário em seu condomínio de luxo, acorda gente, a economia tem que girar! Tomem o cuidado que todos ja sabemos e bora pra lida!!

  • Elson
    29 Mai 2020 às 07:58

    Pelos comentários da pra ter ideia de quantos ainda vão morrer.... Números crescentes, autoridades sem ação e o povo calado que nem boi indo pro abate!

  • DAILSON SOARES DE OLIVEIRA
    29 Mai 2020 às 05:22

    Tem que fazer uma vacina de CLOROQUINA, só o nosso querido presidente JAIR MESSIAS BOLSONARO pode nos salvar

  • Marcos
    29 Mai 2020 às 05:09

    Isso é ba-le-la...Reproduzindo um cenário de terror pra continuar pegando dinheiro do gov. Federal. Isso aí é só conversa fiada, só observar, não morre mais de nenhuma outra causa.....Repito: mentira pura, mentira pura...!!!

  • Dos Santos
    28 Mai 2020 às 21:43

    A prefeitura e o governo faz o que pode...agora, se o cidadão não quer ter consciência e nem a máscara quer usar, aí fica difícil.

  • Juscelino Alves Ferreira
    28 Mai 2020 às 21:32

    Boa noite: É como disse o Sr Damião. Infelizmente estamos e vamos perder vidas, principalmente pessoas do grupo de risco. Mais quem pode trabalhar, tem que se sujeitar a isso pois ficar em casa poderá ser pior ainda! Temos que enfrentar essa situação com responsabilidade!

  • Joaquim Jose
    28 Mai 2020 às 21:07

    Damião, sinceramente cidadão quantas pessoas do grupo de risco da sua família vc aceita perder?? Ou todos tem histórico de atleta, são magros e não tem nenhuma doença? Naturalizar essas mortes, além de desumano e cruel, é de uma idiotice sem tamanho. Em um sistema de saúde colapsado morrem muitas pessoas além do que poderiam morrer. Essa doença causa sintomas graves em pessoas fora do grupo de risco, que se tratadas, sobrevivem. Mas quando se instala o caos elas não são atendidas e morrem também. Outra coisa, ignorante, o que causa o problema financeiro é a Covid e enquanto ela permanecer nada funcionará direito e a economia não se recupera. Manter o isolamento social é o que fará com que controlemos a doença e que ela vá embora mais rápido e com menos mortes.

  • Janderson Estaquio
    28 Mai 2020 às 20:58

    Quanto mais pobre morrer melhor. É isso que o empresariado quer e o pobre não se toca da armadilha.

Sitevip Internet