Olhar Direto

Quinta-feira, 09 de julho de 2020

Notícias / Política MT

Pesquisa aponta que mais de 90% dos alunos acessaram conteúdos pedagógicos pela TV aberta

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

29 Mai 2020 - 14:08

Foto: Rogério Florentino/OD

Pesquisa aponta que mais de 90% dos alunos acessaram conteúdos pedagógicos pela TV aberta
Uma pesquisa feita por amostragem no período entre 27 de abril a 16 de maio, com pais de alunos matriculados na rede pública municipal de Cuiabá, mostrou resultados positivos com as medidas adotadas pelo poder público, em tempos de pandemia, em especial as aulas à distância (EAD), transmitidas via TV aberta.

Leia também
Máscaras podem trazer irritação e oleosidade à pele; dermatologista explica como evitar


A Pesquisa de Avaliação do Ensino não Presencial teve como objetivo avaliar o acompanhamento das aulas não presenciais pelos alunos. 

“Devido a necessidade de paralisar as atividades presenciais nas 164 unidades educacionais públicas do Município, para atender ao distanciamento a fim de conter a disseminação da Covid-19, a Secretaria Municipal de Educação implementou uma série de plataformas para que o conteúdo pedagógico chegasse aos 53 mil alunos matriculados na rede. Nosso objetivo com esse estudo é saber se os alunos estão acompanhando as aulas não presenciais por meio dos canais implementados pela Secretaria e a avaliação dos pais", explicou o secretário Municipal de Educação, Alex Vieira Passos.

O questionário foi feito por telefone, por uma empresa independente. Ao todo foram contatados 2.728 pais e responsáveis. Desses, 2.693, que corresponde a 95,1% dos entrevistados, responderam ao questionário.   De acordo com os resultados obtidos, 77% dos pais entrevistados disseram saber como funciona o ensino à distância.

Sobre o acompanhamento das aulas não presenciais, 1.738 pais (87%) responderam que seus filhos estavam acompanhando as aulas não presenciais. Em relação ao meio de comunicação utilizado pelos alunos, a grande maioria, 1.592 (91,6%) dos entrevistados, respondeu que pela TV Cultura. Os demais 91 (5,2%) pelo canal do youtube do Programa @Portal da Escola Cuiabana de Ensino a Distância e os demais por outros canais de TV pagos.

Ao serem perguntados se seus filhos estavam conseguindo acompanhar e entender o conteúdo das aulas não presenciais 1.023 (58,9%) dos pais ou responsáveis respondeu que sim, totalmente; 524 (30,1%) responderam que sim, mas parcialmente e 166 (9,6%) que sim mas pouco. Somente 12 entrevistados (0,7%) responderam que não.

A pesquisa relevou também os vários motivos porque os alunos não conseguem acompanhar as aulas EAD como a falta de acesso à internet ou não possuir meios como TV, notebook, computador ou celular disponível para acessar as plataformas, ou porque não possuem aparelhos de TV, ou simplesmente porque os pais, por estarem trabalhando, só acompanhavam os filhos aos sábados.

No levantamento também foi perguntado aos pais ou responsáveis que nota dariam em relação a qualidade e conteúdo das aulas não presenciais, a grande maioria 83,2% avaliaram como ótimas e boas; 1,2% como sendo regular; 2% ruim ou péssima e 13,7% não souberam avaliar.

“Considerando os resultados da pesquisa a gestão continuará buscando melhorar ainda mais o conteúdo e ampliar o acesso dos alunos às atividades nas multiplatormas disponíveis. Sabemos das dificuldades em relação ao acesso à internet, ou aos equipamentos como tabletes, computadores e celulares. Mas sabemos também e a pesquisa demonstrou, que 91,6% dos alunos acompanham as aulas pela TV aberta. Esses resultados vão orientar nossas ações, para que mesmo em tempo de isolamento social, possamos dar continuidade ao ensino aprendizagem”, disse o secretário. (com assessoria)

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gessica
    29 Mai 2020 às 18:28

    Mais um motivo para distribuir dinheiro público às TV s. Bolsonaro tem razão em criticar duramente a mídia. Pelo menos isto os esquerdistas comunistas devem concordar.

Sitevip Internet