Olhar Direto

Notícias / Política MT

Oficial da PM é ouvido em caso de espionagem na AL; Botelho deve depor

Da Redação - Max Aguiar

02 Jun 2020 - 16:10

Foto: Rogério Florentino - Olhar Direto

Oficial da PM é ouvido em caso de espionagem na AL; Botelho deve depor
Começaram há pouco mais de 10 dias os depoimentos de testemunhas que poderão colaborar com a investigação do responsável por ter instalado uma central de monitoramento ilegal dentro do gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa. 

Leia mais:
Entidade usa nome de apoiador de Bolsonaro em MT para tentar anular inquérito sobre fake news

Uma das testemunhas é um tenente coronel da Polícia Militar, que foi ouvido por algumas horas pelo delegado Eduardo Rizzotto, presidente do inquérito na Diretoria de Inteligência da Polícia Civil. 

O tenente não passou detalhes da audiência com o chefe de polícia, mas disse que há alguns dias outras pessoas, inclusive militares, estão prestando esclarecimentos sobre o atentado contra a privacidade na sala do deputado Eduardo Botelho (DEM) e do Colégio de Líderes da Casa de Leis. Foram encontradas câmeras, escutas e muito cabos que faziam parte de toda central. 

O caso foi descoberto mês passado. A tendência é que alguns deputados ou pelo menos o deputado Eduardo Botelho, principal prejudicado com a central de espionagem, seja ouvido também. 

A reportagem entrou em contato com o delegado responsável pelo caso, Eduardo Rizzotto, e ele comentou qu não vai falar nada para que as investigações não sejam atrapalhadas. 

"Eu não falei e nem vou falar nada para ninguém. Entendo o trabalho da imprensa, mas para não haver nenhum tipo de atrapalho nas investigações, eu não vou adiantar nada", comentou o delegado, negando qualquer tipo de nota ou boato de que já tenha um suspeito ou até mesmo o nome do principal envolvido no crime. 

A descoberta ocorreu no dia 20 de abril. Desde então, a Politec e a Polícia Civil buscam evidências que possam levar ao culpado ou aos culpados. O deputado Eduardo Botelho disse que espera a conclusão do caso, que é considerado um ataque à democracia do Parlamento. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ares
    03 Jun 2020 às 09:58

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Stive
    03 Jun 2020 às 07:57

    O povo curioso é o tal de PM, misericórdia, enquanto isso ele não sabe o que se passa na casa dele quando ele vai trabalhar kkkk

  • CABO LIMA
    02 Jun 2020 às 17:21

    TEM QUE TER PUNIÇÃO . SE FOR MILHARES TEM QUE SER EXCRUIDO5 JÁ VIROU MODA GRAMPOS EM MT

Sitevip Internet