Olhar Direto

Notícias / Política MT

Após dez mortes, prefeito pede revisão em protocolos de hospital: “Deve ter alguma coisa errada”

Da Redação - Wesley Santiago

05 Jun 2020 - 07:32

Foto: Reprodução

Após dez mortes, prefeito pede revisão em protocolos de hospital: “Deve ter alguma coisa errada”
O prefeito de Cáceres (220 quilômetros de Cuiabá), Francis Maris, pedirá ao Governo uma revisão dos protocolos no Hospital São Luiz, localizado no Município, para saber se tudo está sendo seguido da maneira correta. Isso ocorre após dez pessoas morrerem no local por coronavírus (desde o início da pandemia): “deve ter alguma coisa errada”.

Leia mais:
Ex-deputado Adriano Silva sofre parada cardíaca e morre com suspeita de Covid-19
 
“Estou pedindo ao Governo que faça uma auditoria, para ver se melhoramos e diminuímos as mortes. A intenção é ver se está tudo certo, se os protocolos estão sendo seguidos. Temos muitas pessoas falecendo, eu mesmo perdi a minha sobrinha, de 24 anos, que estava internada na UTI”, disse o prefeito ao Olhar Direto.
 
Francis ainda acrescenta que “deve ter alguma coisa errada” para que haja tantas mortes no hospital. A cidade conta oficialmente com três óbitos por conta da Covid-19. Porém, muitos pacientes, que são de outros municípios, morreram na unidade, que é referência de atendimento na região.
 
Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (888), Várzea Grande (299), Rondonópolis (251), Tangará da Serra (144), Primavera do Leste (143), Confresa (105), Sorriso (88), Barra do Garças (82), Lucas do Rio Verde (80), Sinop (63), Campo Verde (49), Pontes e Lacerda (46), Rosário Oeste (45), Jaciara (44), Alta Floresta (37), Nova Mutum (35), Cáceres (35), Peixoto de Azevedo (33), Querência (27) e Sapezal (26).
 
Dos 3.029 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.844 estão em isolamento domiciliar e 929 estão recuperados. Há ainda 177 pacientes hospitalizados, sendo 100 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 77 em enfermaria.

Outro lado

Em esclarecimento à matéria publicada pelo portal Olhar Direto, com o título "Após dez mortes, prefeito pede revisão em protocolos de hospital: 'Deve ter alguma coisa errada'", a direção do Hospital São Luiz (HSL) ressalta que toda a equipe assistencial, responsável pelo atendimento aos pacientes com Covid-19, cumpre os protocolos estabelecidos pelos órgãos oficiais de saúde.
 
É importante ressaltar ainda que o HSL é a única unidade de referência na região de Cáceres para os casos graves da doença e, desse modo, pacientes com maiores possibilidades de complicações.
 
A unidade promove o treinamento contínuo dos colaboradores para aumentar a segurança no atendimento de pacientes, além de garantir a adoção correta de todos os procedimentos, com atenção especial aos protocolos de atendimento a casos de Covid-19.
 
Vale citar, ainda, que a única infectologista da região é diretora Técnica na instituição, que possui corpo clínico plenamente capacitado para realização dos atendimentos.

Assessoria de Comunicação  

Hospital São Luiz 

Atualizada às 11h41 do dia 08/06/2020


 

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Prestador HSL
    06 Jun 2020 às 09:31

    Nota-se que nem o prefeito e nem as pessoas da cidade conhecem o fluxo das instituições locais de saúde. Não sabem que, até o momento, a UTI que dá suporte ao Regional é a do São Luiz, logo, os pacientes que ficam GRAVES no Regional são encaminhados ao São Luiz. A unidade de Covid do regional ainda não está pronta então os pacientes não estão sendo tratados lá ainda. Estão sendo encaminhados à Cuiabá ou ao HSL. Bem como os do interior... vem ao São Luiz quando já estão GRAVES, portanto a taxa de mortalidade será maior sim. Dois em cada três pacientes com Covid em forma grave evolui à óbito. Vamos estudar, senhor prefeito... antes de criticar quem está dando a cara a tapa na linha de frente.

  • Edir
    05 Jun 2020 às 14:22

    Sr prefeito de Cáceres, tem todo meu apoio, concordo plenamente com o vc, pois fico acompanhando, tudo que está acontecendo em nosso está sobre a pandemia, nos atendimento hospitalar, é justamente em Cáceres estou indignada com o hospital de Cáceres, ainda disse aqui em casa, Deus me livre, desse hospital que não está tendo competência pra tratar os doentes ali, a população tem q sair dela é vir pra Cuiabá se não vai morrer mais gente. Tem q ser investido sim. Nem sabia q era sua sobrinha SR prefeito, eu fiquei arrasada com a morte dessa moça. INVESTIGAÇÃO URGENTE

  • Francisco
    05 Jun 2020 às 14:04

    Os alunos formados da Unemat, não usam cloroquina nas fases inicias, eu confirmei com alguns deles, como os professores são medicos nos hospitais, essa é mais uma explicação. Essa não utilização pode ser por incompetência ou por ideologia, não sei, mas a verdade que morreu e vai morrer muito mais prefeito, ignorância mata

  • Márcio
    05 Jun 2020 às 14:01

    Tem que chamar a polícia federal

  • Mabi
    05 Jun 2020 às 13:35

    O problema não está no hospital Regional ,e sim , no hospital São Luís. A maioria dos médicos são recém formados e cursaram a universidade na Bolívia. São pouquíssimos os médicos realmente capacitados , trabalhando nesse hospital. Penso que merece uma investigação sim.

  • Eve
    05 Jun 2020 às 11:58

    Se o paciente ja chega grave fica mais dificil a recuperação. Os sintomas do Vírus Chinês tem que sem tratado no início com as medicações conhecidas e não mandar para cada com dipirona

  • joaquim josé marcondes
    05 Jun 2020 às 10:55

    Ao Site, pediria que houvesse uma retificação na matéria, não se trata do hospital regional de Cáceres, que para fazer constar, tem realizado um ótimo trabalho, mesmo nas condições que se tem, o secretario tem investido pesado e o hospital tem uma excelente equipe de gestão, pessoas comprometidas, sérias, senhor prefeito, refaça sua matéria, o senhor sabe que é hospital particular.

  • João Edson Fanaia
    05 Jun 2020 às 10:45

    Qual o valor recebido pela unidade de saúde por cada óbito por Covid?

  • José Aparecido Thenquini
    05 Jun 2020 às 10:38

    Sugiro contatactar o consórcio dos estados do nordeste referente a saude sob a coordenação do cientista renomado internacionalmente dr.nicolelis e sua equipe. Trocar experiências é salutar nesse momento de crise.

  • Margarida Kellen
    05 Jun 2020 às 09:40

    Esse Juscelino é tão repetitivo... enfado....

Sitevip Internet