Olhar Direto

Quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Notícias / Variedades

Para especialistas, tecnologia será aliada na recuperação do agronegócio

Lincoln Guilherme Copceski

19 Jun 2020 - 12:43

Há alguns anos, muitos especialistas vêm afirmando que o futuro do agronegócio está na tecnologia. Agora, com a pandemia, as ferramentas tecnológicas deverão ganhar ainda mais espaço no segmento, pois serão fundamentais na recuperação do setor no Brasil pós-crise. Em breve, a agropecuária digitalizada deverá se consolidar no país.

A redução de custos e maior eficiência na produtividade são dois fatores essenciais para se reerguer depois de uma grande crise. E a digitalização traz tudo isso. A agropecuária 4.0, como é conhecida, carrega elementos da conectividade e automação: trabalhadores interagindo com máquinas, gerando dados que ajudam em suas produções.

O produtor rural poderá acompanhar remotamente o trabalho de suas máquinas, já que estas estarão conectadas e gerando dados a todo instante. Todos esses dados poderão ser analisados para promover melhorias na produção. Outras informações que serão coletadas intensamente a analisadas para aumentar a produtividade são as condições climáticas e dados sobre insumos.

Outra tendência digital do setor agropecuário que ditará o futuro e já está se intensificando é o uso de marketplaces virtuais, ou seja, sites e aplicativos em que o produtor rural poderá comprar e vender produtos. A tendência virtual já vinha crescendo, mas agora, com a necessidade causada pela pandemia, chegou até aos produtores que eram mais resistentes à digitalização.

De acordo com uma pesquisa realizada pela McKinsey, 33% dos produtores rurais desejam vender seus produtos online e 36% se interessam por segurança digital. Essa demanda vem sendo suprida por iniciativas tecnológicas, as chamadas AgTechs. Atualmente, muitas instituições investem na criação e desenvolvimento de startups agropecuárias, visando criar ambientes de inovação para o segmento.

Os pequenos produtores são os mais beneficiados pelos marketplaces. Hoje em dia, já existem plataformas feitas para conectar pessoas que desejam comprar produtos agrícolas à produtores que estão em uma localização própria, ajudando principalmente aqueles que dependem de um fluxo rápido de vendas. 

As inovações no campo também devem revolucionar o crédito rural. Hoje em dia, o produtor ainda é muito dependente de crédito através de instituições, carregadas de burocracia e com altos juros. O analista de rede Gabriel Fernandes, editor da plataforma TechReviews, explica que no mundo da tecnologia, o sistema de crédito já se dá de maneira independente, com plataformas que ligam criadores que necessitam financiamento a investidores interessados em apostar nas ideias. Segundo Fernandes, essa tendência também deve chegar em breve ao campo, ajudando a recuperar a agropecuária no pós-crise.

Para se adaptar a essa nova agropecuária, os produtores terão que adquirir maiores conhecimentos, tanto sobre tecnologia, quanto sobre economia. Mas, isso não deverá ser um obstáculo tão grande, já que o próprio mundo digital trará a solução. Muitos cursos, palestras e debates deverão acontecer em ambiente totalmente online, buscando atingir o maior número de produtores possível e acelerar ainda mais a transição digital no agronegócio brasileiro.
Sitevip Internet