Olhar Direto

Sexta-feira, 07 de agosto de 2020

Notícias / Variedades

Coronavírus pode causar problemas digestivos

Coronavírus pode causar problemas digestivos

19 Jun 2020 - 12:53

https://www.pexels.com/pt-br/foto/biologia-brilhante-luminoso-iluminado-4031867/

https://www.pexels.com/pt-br/foto/biologia-brilhante-luminoso-iluminado-4031867/

Os sintomas básicos do novo coronavírus, como a febre, a tosse seca e a dificuldade para respirar, já são amplamente conhecidos por toda a população e pelos médicos. Mas, com o passar do tempo, a comunidade científica vem descobrindo outros sintomas que podem sinalizar a Covid-19 – alguns deles no sistema digestivo.

Duas pesquisas chinesas mostraram que o coronavírus pode realmente trazer problemas digestivos, principalmente nos casos mais leves da doença. Entre os sintomas, estão a diarreia, a falta de apetite e as náuseas.

Na primeira pesquisa, foram analisados pacientes do Hospital Union, em Wuhan, cidade onde a doença começou. Entre as 206 pessoas com Covid-19 analisadas, quase 20% tiveram a diarreia como primeiro sintoma da doença. Além disso, 67 pacientes apresentaram a diarréia em algum momento.

Ao todo, 48 tiveram apenas os sintomas digestivos e 69 mostraram sintomas digestivos e respiratórios.  O estudo também constatou que o vírus permanece mais tempo no corpo daqueles que têm os sintomas digestivos.

Outro estudo, publicado na revista Frontiers in Pediatric, fala especificamente dos mais novos. O artigo analisa o caso de cinco crianças, entre 2 meses e 5 anos, que deram entrada em um hospital em Wuhan com sintomas como diarreia e vômitos. Depois de exames, os médicos constataram que quatro delas estavam com coronavírus. A conclusão dos médicos é que, nas crianças, há mais probabilidades do vírus se manifestar primeiro no sistema digestivo.

Todas essas informações servem de alerta para aqueles que estão sentindo algum sintoma digestivo. Porém, a recomendação é procurar um hospital apenas em casos de febre e falta de ar, considerando que a diarreia, a falta de apetite, vômitos e dores abdominais são predominantes em pacientes com quadros leves da doença.

O sistema digestivo também está ligado ao coronavírus de outras maneiras. Médicos vêm alertando que equilibrar a flora intestinal pode ajudar a amenizar os efeitos da doença, já que isso ajuda a vencer qualquer processo inflamatório. Uma das maneiras mais eficientes de conseguir esse equilíbrio é ingerindo probióticos, presente em azeitonas verdes, iogurtes, kefir, kombucha e em suplementos.

Outros sintomas não respiratórios da Covid-19

Além dos citados sintomas digestivos, outros sintomas não respiratórios estão sendo notados em pacientes com Covid-19. Entre eles estão a perda do olfato e do paladar, ou seja, os pacientes param de sentir gostos e cheiros. Um relatório da OMS mostrou também que 38,1% dos pacientes sentem muito cansaço e 11,4% têm arrepios.

Outro sintoma inesperado é o conhecido como “Dedos de Covid”: erupções cutâneas aparecem nos dedos dos pés. Por isso, é preciso ficar atento ao notar que os dedos estão vermelhos ou roxos e com a aparição de bolhas. Além disso, também há muitos pacientes assintomáticos, como o governador Mauro Mendes.
 
Sitevip Internet