Olhar Direto

Sexta-feira, 07 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

MT registra mais 36 mortes em 24h e confirma mais de mil casos de Covid-19 em um único dia

Da Redação - Érika Oliveira

01 Jul 2020 - 19:58

Foto: Reprodução

MT registra mais 36 mortes em 24h e confirma mais de mil casos de Covid-19 em um único dia
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (01), 17.401 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso. Em um único dia, o Estado teve um aumento de 1.097 novos casos e 36 mortes em decorrência da doença. Ao todo, já são 665 óbitos desde o início da pandemia.
 
Leia mais:
MT quebra recorde pelo segundo dia consecutivo e registra 39 mortes por Covid-19 em 24h
 
As 36 mortes mais recentes envolveram residentes de Várzea Grande, Tangará da Serra, Cuiabá, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Cáceres, Sinop, Barra do Garças, Rondonópolis, Araputanga, Poxoréu, Primavera do Leste, Cláudia, Campinápolis, Sorriso, Juruena e Nova Monte Verde.
 
Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (4.190), Várzea Grande (1.379), Rondonópolis (1.287), Sorriso (726), Primavera do Leste (659), Tangará da Serra (633), Lucas do Rio Verde (617), Nova Mutum (465), Sinop (441), Pontes e Lacerda (436), Campo Verde (357), Confresa (319), Cáceres (296), Barra do Garças (239), Colíder (217), Campo Novo do Parecis (217), Querência (210), Sapezal (181), Jaciara (161), Alta Floresta (158) e Nossa Senhora do Livramento (157).
 
Nas últimas 24 horas, surgiram 1.100 novas confirmações no Estado. A área técnica ainda esclareceu que foram corrigidas três ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, um caso anteriormente notificado em Várzea Grande foi reposicionado para Nobres, município de residência do paciente.
 
Dos 17.401 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 9.523 estão em isolamento domiciliar e 6.543 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 223 internações em UTI e 265 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 92,9% para UTIs e em 39,9% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49% masculino; além disso, 4.691 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos.
 
O documento ainda aponta que um total de 19.679 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.391 amostras em análise laboratorial.
 

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Maque
    02 Jul 2020 às 13:02

    Não há comércio SEM pessoas, não há economia SEM pessoas - são atividades humanas, portanto, precisa de gente para exercer o papel de comerciante, vendedor, comprador etc. Mas, é preciso lembrar, gente morta não compra, não vende etc. - só dá lucro num primeiro momento para o serviço funerário.

  • Vai com Deus
    02 Jul 2020 às 10:25

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Alguem
    02 Jul 2020 às 02:45

    Isso só mostra que Lockdown com mercados, casa d emat de construções, quebra de quarentena e "atividades essenciais" abertas NÃO ADIANTA NADA. Ou fecha tudo ou abre tudo! O problema está MAS PESSOAS e não na abertura do comércio.... Enquanto o governo estiver com a torneira aberta ao invés de combater o vírus com fechamento da "máquina de dinheiro" n vai adiantar.

  • Dos Santos
    01 Jul 2020 às 21:10

    Deve estar ocorrendo algo de errado no atendimento ou tratamento dos pacientes do Covid-19 aqui em Cuiabá e VG, pois de acordo com os dados do Lacen, os numero de recuperados dessas cidades são proporcionalmente baixos se comparados com alguns municípios pólos do interior. E os números de óbitos cada vez mais elevados.

Sitevip Internet