Olhar Direto

Sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Ager abre seletivo com 24 vagas e salários que chegam a R$ 7,1 mil

Da Redação - Fabiana Mendes

02 Jul 2020 - 16:00

Foto: Reprodução

Ager abre seletivo com 24 vagas e salários que chegam a R$ 7,1 mil
A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager-MT) publicou edital de um processo seletivo para contratação de Analistas Reguladores, Inspetores Reguladores e Técnicos Administrativos. Ao todo, são ofertadas 24 vagas. O certame foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), que circula nesta quinta-feira (2).

Leia mais:
Farmácia de Cuiabá é denunciada por aumentar valor de ivermectina em 866%

De acordo com o edital, as inscrições podem ser feitas entre o dia 6 e 17 de julho, por meio eletrônico. Não será cobrado nenhuma taxa do candidato. O contrato de trabalho será de um ano, podendo ser prorrogado por mais um.
 
São ofertadas dez vagas para Analista Regulador, sendo que o candidato precisa ter perfil profissional com certificação para advogado, contador, economista, engenheiro civil, eletricista ou em áreas da ciência da computação e/ou sistemas de informação. Para este cargo, o salário é de R$ 7.179,01.
 
Para Inspetor Regulador também são ofertadas dez vagas. É necessário somente o nível médio de escolaridade. A remuneração é de R$ 3.210,83.
 
Já para o cargo de Técnico Administrativo são oferecidas quatro vagas, para candidatos com ensino médio completo. O salário é de R$ 3.265,13.
 
Todos os cargos de Analista Regulador e Técnico Administrativo terão lotação em Cuiabá. As vagas para os cargos de Inspetor Regulador serão distribuídas nas cidades de Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Cuiabá, Juína, Ribeirão Cascalheira, Rondonópolis e Sinop.

Em consonância a atual legislação será reservado o percentual de 10% (dez por cento) das vagas oferecidas no Processo Seletivo, às Pessoas com Deficiência (PCD).

Acesse o edital AQUI
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet