Olhar Direto

Sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Notícias / Picante

Celeuma do rodízio

Parte da polêmica se deu por inserir trabalhadores da Saúde e Segurança em rodízio

Da Redação

03 Jul 2020 - 08:58

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Celeuma do rodízio
Apesar de ter sido cogitada a possibilidade de que os trabalhadores de serviços essenciais, como os profissionais da Saúde, Segurança Pública e outros, pudessem ficar e fora do rodízio, a prefeitura confirmou no fim da tarde de ontem que mesmo estes trabalhadores teriam que recorrer a outros meios para chegar ao serviço, sendo um deles o transporte público. Tal fato, é uma das críticas que colocou a implantação em xeque, já que pode acabar contribuindo para a circulação do vírus. Vale lembrar que profissionais da Saúde e da Segurança Pública estão na linha de frente e, portanto, mais propensos a infecções. O caminho inverso também poderia ser trágico, já que se estas pessoas pegassem a doença, poderia ocorrer baixa do efetivo. A medida está prevista para entrar em vigor na segunda-feira (06), mas será rediscutida.

Mais Picantes

Sitevip Internet