Olhar Direto

Quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Bandidos ameaçam matar policiais em Cuiabá após confronto com Bope

Da Redação - Max Aguiar

06 Ago 2020 - 09:30

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Bandidos ameaçam matar policiais em Cuiabá após confronto com Bope
O confronto entre a tropa de elite da Polícia Militar de Mato Groso e criminosos do bairro Altos da Serra, em Cuiabá, pode resultar em possíveis retaliações por parte dos bandidos, que usam grupos de WhatsApp para ameaçar policiais de morte .

Leia mais:
Identificado um dos criminosos mortos em confronto com o Bope; vídeo

Em conversa flagrada pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) no aplicativo instalado em um dos celulares apreendidos, um membro do grupo criminoso sugere que os "aliados" comecem a matar policiais, pois caso contrário, a polícia vai continuar 'executando' bandidos e nada vai ser feito.



“Gurizada vamos começar a matá (sic) polícia na rua porque se não todo dia vai ser assim morrendo gurizada. Ninguém mata polícia por isso, os caras tão matando os caras na rua, fica tudo pagando de bandido, mas é bandido só porque mata um ao outro”, diz parte da mensagem enviada no grupo, incentivando o ataque a policiais.

A mensagem foi colocada em um grupo e tudo isso já está sendo monitorado. O setor de inteligência da polícia investiga a mensagem e o autor dela, além de membros da facção.
 
A ação

Na noite de quarta-feira (5), bandidos armados receberam a viatura do Bope a tiros no bairro Altos da Serra, em Cuiabá. Os caveiras faziam a ronda quando foram atacados e começou o confronto. 

Inclusive, de seis envolvidos no crime, dois foram mortos. Na manhã desta quinta-feira (6), o setor de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá identificou os mortos no confronto. 

Os dois traficantes foram identificados como Maycon Luiz Santana Carvalho, 21 anos, e Abner Pinheiro, 17 anos. Uma investigação preliminar feita pela Polícia Civil aponta que esses dois faziam parte da facção criminosa Comando Vermelho (CV-MT). O Bope ainda continua a procura pelos outros três bandidos que fugiram em meio ao tiroteio. 

Um terceiro envolvido está sendo medicado no Pronto-Socorro e deve ser preso posteriormente, pelocrime de tráfico de drogas, porte ilegal de arma e confronto contra policiais. 

Dois tabletes de maconha foram localizados no local do crime e duas armas foram apreendidas, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola 380. Toda ação será investigada pela Corregedoria da Polícia Militar e também pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet