Olhar Direto

Sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Morre empresário que foi confundido com PF e baleado na porta de academia

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Ago 2020 - 20:11

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Morre empresário que foi confundido com PF e baleado na porta de academia
O empresário Toni da Silva Flor, 38 anos, que foi baleado na manhã da última terça-feira (11) em frente a uma academia, ao ser confundido com um policial federal, faleceu na noite desta quarta-feira (12).

Leia também:
Empresário confundido com policial federal é baleado na porta de academia
 
Ele estava internado no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e chegou a receber doações de sangue, mas não resistiu. A informação foi confirmada ao Olhar Direto por um amigo da família. Ainda não há dados sobre velório e sepultamento do corpo de Toni.
 
Conforme as informações do boletim de ocorrências, na terça-feira (11) Toni chegou a academia, desceu do seu carro e seguiu para dentro do estabelecimento. No meio do caminho, um homem, sentado em uma motocicleta e com a cabeça baixa, perguntou se ele era o “Michel policial federal”.
 
Antes que o empresário pudesse responder, o criminoso efetuou quatro disparos de arma de fogo. A vítima ainda conseguiu correr para dentro da academia e pedir ajuda a um professor que estava no interior do estabelecimento.
 
O empresário foi socorrido às pressas pelas testemunhas e encaminhado para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde passou por cirurgia de emergência. Ao todo, foram confirmadas quatro perfurações.
 
Na academia, realmente existe um aluno chamado Michel, que é policial federal. O homem teria o mesmo veículo que o empresário, o que teria causado a confusão por parte do assassino. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet