Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

"O melhor que pode acontecer é o que está sendo aprovado hoje", diz Botelho sobre PEC da Previdência

Da Redação - Isabela Mercuri

13 Ago 2020 - 07:35

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), Eduardo Botelho (DEM), afirmou que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) aprovada nesta quarta-feira (12) é "o melhor que pode acontecer". Além disso, afirmou que a emenda 75, que ainda será votada,  faz ‘justiça’ ao trabalhador. Apesar de a PEC ter sido aprovada, ainda falta decidir sobre os destaques e as mais de 100 emendas que foram apresentadas no projeto.

Leia também:
Com 16 votos favoráveis, Assembleia aprova PEC da Previdência

“Essa emenda [a 75] é uma emenda que eu, inclusive, participei da articulação dela, porque ela é uma emenda que faz justiça. A pessoa que vai aposentar, ele descarta 20% dos piores salários dele, então isso dá um ganho em torno de 10 a 15% do salario da pessoa que está aposentada”, argumentou Boteljho.
 
Segundo o presidente, esta proposta é melhor do que reduzir um ou dois anos de trabalho. “Se você perguntar pra uma pessoa que vai aposentar se ele prefere trabalhar dois anos a mais e receber mil, mil e quinhentos reais a mais, ele vai falar, não, eu trabalho e vou aposentar [depois]. Por isso que nós lutamos por essa emenda, e eu acho que é uma emenda que faz justiça ao trabalhador”.
 
A PEC da Previdência, aprovada nesta quarta-feira (12), garante que os servidores do Estado passem a ter como regras de idade e tempo de serviço para aposentadoria, as normas que estão vigentes para a maioria dos servidores públicos do país.
 
Apesar das críticas dos servidores, Botelho afirma que ela foi muito discutida antes da votação. “Ela está aqui desde o inicio de março, foi discutida, nós demos oportunidade para todos apresentarem emendas. Demos destaque – o que nem é permitido pelo regimento - concedemos o destaque para o plenário decidir. Então foi amplamente discutido, votado, e o que está sendo votado é a vontade da maioria dos deputados. E acredito que é o melhor que pode acontecer é o que está sendo aprovado hoje”, afirmou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet