Olhar Direto

Terça-feira, 29 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

PP admite diálogo, mas não abre mão de 1ª suplência de Fávaro, diz Neri

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Max Aguiar

14 Ago 2020 - 07:30

Foto: Rogério Florentino/OD

PP admite diálogo, mas não abre mão de 1ª suplência de Fávaro, diz Neri
O presidente estadual do Progressistas, deputado federal Neri Geller minimizou as conversas que o senador interino Carlos Favaro (PSD) está tendo com outros partidos, mas garantiu que a sigla não irá abrir mão da vaga da empresária Margareth Buzetti na 1ª suplência na chapa para a eleição suplementar para o Senado, como havia sido acordado no mês de março.
 
Leia também
Deputado Silvio Fávero abandona projeto de Pivetta e assume coordenação de Leitão no Nortão

 
Nos últimos dias, Favaro tem conversado com os irmãos Jayme e Júlio Campos, ambos do DEM, sobre uma possível composição, incluindo, o ex-governador que recuou a sua candidatura, para ser o 1° suplente na chapa.
 
Para Neri, o diálogo de Fávaro com outros partidos é muito importante neste momento, porém, o Progressistas, irá lutar para ter Buzetti na 1ª suplência.
 
“A política é a arte do diálogo. Eu fiquei feliz que o Carlos, que é meu amigo, foi conversar com o Júlio, com o Jayme, até porque eu tenho uma amizade muito boa com todos eles. Fiquei contente pelas conversas, mas isso não quer dizer que o PP irá abrir mão da 1ª suplência. A Margareth está na chapa e vamos trabalhar para manter isso”, disse o parlamentar.
 
“A Margareth é um nome a altura, tem agregado muito na chapa do Carlos e é um nome preparadíssimo para ser a candidata a 1ª suplente. Estamos fechados com a Margareth. Ela é empresária, nova na política, está com vontade e com certeza agrega muito aqui na baixada cuiabana”, afirmou.
 
Com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, que adiou as Eleições Municipais 2020, todos os prazos eleitorais previstos para o mês de julho foram prorrogados por 42 dias, proporcionalmente ao adiamento da votação. O caso também vale para a suplementar.
 
Desta forma, as convenções partidárias para a escolha de candidatos, que aconteceriam de 20 de julho a 5 de agosto, serão realizadas no período de 31 de agosto a 16 de setembro. A eleição suplementar irá acontecer junto com as municipais, no dia 15 de novembro.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet