Olhar Direto

Sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

Fábio Garcia desiste de candidatura a prefeito e DEM anuncia apoio a Roberto França

Da Redação - Isabela Mercuri e Max Aguiar

15 Set 2020 - 16:25

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Fábio Garcia desiste de candidatura a prefeito e DEM anuncia apoio a Roberto França
O empresário Fábio Garcia (DEM), presidente estadual do DEM, desistiu de ser candidato à prefeitura de Cuiabá. A informação foi confirmada pelo deputado estadual Max Russi (PSB), que disse que recebeu a notícia do próprio governador Mauro Mendes (DEM).

Leia também:
Após pesquisa, Fábio Garcia ainda tenta convencer família e prorroga decisão para dia da convenção

Max deu a declaração durante reunião do PSB com o Avante na tarde desta terça-fera (15), quando foi questionado sobre o apoio nas eleições municipais. "Na capital a gente vem fazendo uma conversa com o prefeito Emanuel, com a Gisela e com o Fábio. Há pouco tivemos a notícia que o Fábio declinou na candidatura, o governador estava lá no Palácio, há pouco ele me deu essa informação, então o governo do Estado está trabalhando com outro projeto, e a gente vai trabalhar as tratativas", disse. 

Logo após a declaração, a assessoria de imprensa do Democratas enviou uma nota informando que o partido vai apoiar a candidatura de Roberto França (Patriotas). Segundo o governador, ele teria pedido a Garcia que recuasse porque o momento é favorável ao ex-prefeito Roberto França e o DEM irá unir esforços pela candidatura dele.

“Sabemos e defendemos toda a competência do nosso presidente Fábio Garcia, que sempre teve o meu total apoio no projeto para ser o candidato do partido. Mas, acima de tudo, pensamos no bem maior que é Cuiabá e nesse momento político, o cenário é muito favorável a Roberto França, que também é um ótimo nome”, defendeu Mauro. 

Fábio Garcia era o favorito do DEM, e já vinha recebendo apoio do governador Mauro Mendes e dos irmãos Campos. Na noite de segunda-feira (14), durante a convenção estadual, o presidente da Assembleia Legislativa (ALMT) Eduardo Botelho (DEM) declarou que Fábio era candidato, e que havia 99% de chance de ter apoio do PSL.

O próprio Garcia, no entanto, está com o celular desligado, e não respondeu às indagações do Olhar Direto. Ele vem desconversando sobre o assunto há semanas, com o principal argumento de que a esposa não queria que ele fosse candidato. 

*Atualizada às 16h45.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet