Olhar Direto

Sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Adolescente que matou amiga faz exame de corpo de delito e passa primeira noite no Pomeri; veja vídeo

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Do Local - Max Aguiar

15 Set 2020 - 19:51

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Veículo com adolescente entra na DEA

Veículo com adolescente entra na DEA

A adolescente de 14 anos apontada como autora do disparo de arma de fogo que matou a amiga Isabele Ramos Guimarães, também de 14 anos de idade, se entregou na Delegacia do Adolescente (DEA) por volta das 19h30 desta terça-feira (15). Ela chegou junto ao pai, Marcelo Cestari. 

Atualização às 21h42: A adolescente deixou a delegacia às 21h42, em um gol prata, escoltada por uma viatura, e foi para o Instituto Médico Legal (IML) fazer exame de corpo de delito. Ela vai dormir esta noite no Centro Socioeducativo Menina Moça, anexa à DEA e ao Pomeri, onde deve ficar por 45 dias.



Leia também
Representação contra jovem que matou amiga no Alphaville é recebida; lei prevê audiência e decisão sobre internação


A chegada na DEA foi com Marcelo Cestari. Logo após, chegaram também a mãe e a irmã, em um Corolla branco, poucas horas após a justiça decretar a internação. Os investigadores explicaram ao Olhar Direto que não houve apreensão pela Polícia. A adolescente se entregou após uma negociação de duas horas com a defesa. 


O advogado Arthur Osti, da família Cestari, está no local

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) já havia informado pela manhã que o juízo da 2ª Vara da Infância e Juventude da Capital tinha recebido a representação contra a adolescente acusada de matar a amiga Isabele Guimarães Ramos no Condomínio Alphaville, em Cuiabá.

No caso, a adolescente responsável pelo disparo que matou Isabele Guimarães Ramos no condomínio Alphaville responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso.
 
A Polícia indiciou ainda o empresário Marcelo Cestari, pai da jovem atiradora, pelos crimes de posse de arma de fogo, homicídio culposo (sem intenção de matar), por entregar a arma para adolescente e por fraude processual. Marcelo Cestari será julgado em outro processo

*Atualizada às 22:09

Comentários no Facebook

Sitevip Internet